terça-feira, abril 30, 2019

PONTE DO RIO PONSUL

MAIS VALE TARDE QUE NUNCA


Em março do passado ano, postei aqui um poste sobre a desastrada situação em que se encontrava a velha ponte do rio Ponsul, um ano depois, através de um amigo do facebook, fiquei a saber que a mesma tinha sido recuperada.
Tal como denunciei o miserável estado em que a velha ponte se encontrava, compete-me agora divulgar, que ela foi finalmente recuperada.
DEIXEM-ME SONHAR
Aos responsáveis por esta recuperação o meu bem-haja, aos albicastrenses confesso que gostaria de ver novamente aquele lugar com vida. 
O Albicastrense

quinta-feira, abril 25, 2019

MUSEU FRANCISCO TAVARES PROENÇA JÚNIOR ATRAVÉS DOS TEMPOS

ESPECTÁCULO CULTURAL PROMOVIDO PELO MUSEU,
EM COLABORAÇÃO COM GRUPO DE ANIMAÇÃO CULTURAL DO MUSEU.
(Década de 80 do passado Século)

(NO TEMPO EM QUE O MUSEU, ERA MUSEU)

Quando afirmei no poste anterior, que o “nosso” museu  foi no passado recente uma instituição que muito prestigiou a terra albicastrense, não o fiz da boca para fora. 
As imagens que podem ser vistas neste poste, são a prova dessa vitalidade, pois nas décadas de setenta e oitenta, ali fervia a vontade de fazer sempre mais e melhor. 
As imagens aqui postadas são referentes a um dos muitos espectáculos realizados pelo grupo de animação cultural do museu. As sessões  chegavam a ter (como se pode ver numa das imagens aqui postadas), duas a três centenas de crianças, a imagem que está no cimo deste poste, foi captada num desses espectáculos e mostra-nos um “grande actor" vou ser muito sincero, um pobre aprendiz de actor. 
 Uma pequena provocação aos albicastrenses que me visitam:
QUEM É ESTE APRENDIZ DE ACTOR?

 
O Albicastrense

quarta-feira, abril 24, 2019

25 DE ABRIL SEMPRE!

PARA QUEM VIVEU ESTE FANTÁSTICO DIA E NELE PARTICIPOU EM ANGOLA, AQUI FICA O MEU CONTRIBUTO PARA NÃO NOS ESQUECERMOS  DESSE DIA
 -----------------------------
RECORDAR ESSE DIA, É NÃO NOS ESQUECERMOS QUE POR MAIS ERROS QUE TENHAM SIDO COMETIDOS, EU HOJE POSSO ESTAR AQUI A ATESTAR A LIBERDADE DE PODER DIZER O QUE PENSO. 

O ALBICASTRENSE

segunda-feira, abril 22, 2019

O NOSSO MUSEU



 "A TRISTEZA MORA ALI"


Como se não bastasse a lentidão das obras que decorrem no nosso museu, vagareza que  parece que anda mas que pouco vai andando, morosidade que me dá cabo dos nervos e me magoa a alma, ainda sou obrigado a ver o velho pátio do museu no lamentável estado em que ele se encontra.



UMA VERGONHA!
"É MÍNIMO QUE SE PODE DIZER DO ESTADO DEPLORÁVEL EM QUE SE ENCONTRA O VELHO PÁTIO DO NOSSO MUSEU"


As duas primeiras imagens foram captadas hoje, as restantes foram captadas em Setembro do passado ano, altura em que denunciei  aqui o miserável estado em que se encontrava o velho pátio do nosso museu e o arrastar das obras.
Nove meses depois a situação agravou-se, pois por ali mora o desleixo, o deixa andar, não á urgência, ainda só passaram três anos do início das obras e por fim, deixa andar que temos muito tempo para acabar as obras. 
 O Albicastrense

O AMOR E A MORTE... NOS ANTIGOS REGISTOS PAROQUIAIS ALBICASTRENSES – (17)

Por Manuel da Silva Castelo Branco XIII - QUANDO A GUERRA BATE À PORTA.  II Parte - A Guerra da Sucessão de Espanha (1704).    Nos seis Ass...