terça-feira, maio 28, 2013

EFEMÉRIDES MUNICIPAIS – LXXIV

A rubrica Efemérides Municipais foi publicada entre Janeiro de 1936 e Março de 1937, no jornal “A Era Nova”. Transitou para o Jornal “A Beira Baixa” em Abril de 1937, e ali foi publicada até Dezembro de 1940. A mudança de um para outro jornal deu-se derivada à extinção do primeiro. António Rodrigues Cardoso, “ARC” foi o autor desde belíssimo trabalho de investigação, (Trabalho que lhe deve ter tirado o sono, muitas e muitas vezes).
O texto está escrito, tal como foi publicado.
Os comentários do autor estão aqui na sua totalidade.
(Continuação)
No dia 9 de Novembro reuniu-se a Câmara em sessão e nesta apresentou-se um bico de obra que deu que entender. Para começar façam favor de ler:
Por mim Escrivão foi logo aprezentada aos sobreditos officiaes huma Deprecada que veyo do juizo da Correyção desta cidade para effeito de elles ditos vereadores e procurador darem sua resposta a hum requerimento de Jozé Francisco Vidal natural de Espanha e morador nesta cidade, fez a sua Magestade em que a mesma Senhora he servida mandalos ouvir: - em cujo requerimento diz em suma o dito Jozé Francisco Vodal que elle a rematou a factura de duas Pontes nas ribeyras da Ocreza e Alvito por sincoenta mil cruzados em vinte de Julho de mil sete centos outenta e cinco cuja obra se mandou suspender tendoa já principiado e gasto nella dous contos setenta e cete mil seis centos e trinta reis: pedindo por cuncluzão a Sua Magestade que fosse servida mandar-lhe continuar com a factura da dita obra ou que se lhe pagasse a despeza que nela fez. E como para haver esta Camara de responder ao dito requerimento com clareza e verdade seja precizo que o dito Jozé Francisco Vidal aprezente a Provizão que facultou a dita obra e juntamente os apontamentos dela e tudo da sua a rematação.
Determinarão que o Procurador desta Comarca e em nome delles vereadores requeresse ao Doutor Corregedor desta Comarca e Ministro informante do dito requerimento que Jozé Francisco Vidal exzibisse os sobreditos documentos sem os quaes não podia esta Camara dar a sua resposta com exzação”.
Na sessão de 9 de Novembro de 1794 vimos o que se passou a respeito do requerimento do espanhol José Francisco Vidal, que queria uma de duas coisas: ou que se lhe permitisse a continuação dos trabalhos de construção das pontes sobre as ribeiras Ocreza e Alvite, ou que se lhe pagasse a quantia de dois contos e setenta e sete mil seis centos e trinta réis que dizia ter gasto nos trabalhos realizados até ao momento e que foram mandados suspender.
A Câmara queria que o homem apresentasse todos os documentos precisos para “dar a sua resposta com exzação”.
Seis dias depois, em 15 de Novembro por conseguinte, houve nova sessão da Câmara, com assistência da Nobreza e Povo, e então a resposta foi de deixar o espanhol de cara à banda. 
(Continua)

PS. Mais uma vez informe os leitores dos postes “Efemérides Municipais”, que o que acabou de ler é, uma transcrição fiel do que foi publicado na época.
                                     O Albicastrense

3 comentários:

  1. Anónimo15:52

    Efemérides Municipais Ó Senhor Veríssimo quando andar equipado com sua machine faça uma colectânea de Fotos das placas do amigo baltazar
    não há rua que não tenha uma na zona industrial é mato em obra feita e a fazer é um maná

    ResponderEliminar
  2. Amigo anónimo.
    Então sempre podemos dizer, que o Baltazar é o maná das placas!...
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Anónimo09:14

    O costume a "poderosa Volvo" na devia tar no jardim de pedra do passeio vermelho em declínio ?
    Num ato do quero posso e mando vamos sacrificar o já sacrificado zé povinho e de bónus lhe roubamos 50 lugares.
    Qual é pressa, qual foi a pressa
    haja decor

    ResponderEliminar

MEMÓRIAS DA TERRA ALBICASTRENSE - JORNAL; "A BEIRA BAIXA"

PRIMEIRA EDIÇÃO DO ANTIGO JORNAL, " A BEIRA BAIXA ". EDIÇÃO DE 12 DE ABRIL DE 1937. Jornal do qual foi leitor durante muitos e m...