quinta-feira, setembro 26, 2019

NEM DÁ PARA ACREDITAR!!!


CENTRO CULTURAL E ARTÍSTICO
 DE 
CASTELO BRANCO
                          (Projecto de 1971)

Assim foi idealizado o que será o magnífico empreendimento que fortalecerá os organismos culturais e artístico de Castelo Branco. 
O projeto está  a ser observado superiormente, sabendo-se que a prestigiosa Fundação Gulbenkian tem demonstrado simpaticamente o seu interesse por esta obra que será notável e da maior utilidade para a capital do distrito de Castelo Branco. 
A sua localização esta prevista no Largo da Sé, no local onde funcionou ultimamente o Tribunal Judicial.

MALUQUEIRAS  NA TERRA ALBICASTRENSE AO LONGO DOS TEMPOS.

Muitas foram as obras maléficas  feitas ao longo dos tempos, na terra albicastrenseUmas a derrubarem edifícios que nunca  deveriam ser derrubados, outras, a serem feitas onde não deviam e ainda outras,  a ser feitas para Inglês ver. 
Temos ainda outras, que alguns "malucos" queriam fazer, mas, que felizmente nunca saíram do papel. Está neste caso, a ideia completamente amalucada, que em 1971 uns marados (para não lhes chamar outra coisa), queriam fazer no largo da Sé. 
Construir ao lado da "nossa" Sé, o mamarracho que podemos ver na primeira pagina do jornal "Beira Baixa" de 1971, só podia ser mesmo uma maluqueira monumental.
Felizmente  tal parvoíce nunca saiu do papel, pois se assim não fosse, o bonito edifício que alberga nosso conservatório estaria hoje no rolo dos bonitos edifícios que a terra Albicastrense deixou abater sem dó  nem piedade.
O Albicastrense

Sem comentários:

Enviar um comentário

O PASSADO E O PRESENTE - (III)

CASTELO BRANCO  ATRAVÉS DOS TEMPOS  Terceira publicação da rubrica: “ I magens do passado e do presente da terra albicastrense ” .  A imagem...