quinta-feira, novembro 11, 2021

XXXIII JORNADAS DE ESTUDO “ Medicina na Beira Interior - da Pre-História ao Séc. XXI”


 “Medicina na Beira Interior - da Pré-história ao Séc. XXI”
BIBLIOTECA MUNICIPAL DE CASTELO BRANCO 
12 e 13 de novembro de 2021
Dia 12 – Sexta-feira
18:30 H Sessão de abertura:
Palavras de saudação.
Conferência inaugural: A ‘Arte da Medicina’ entre o impossível e o irrecusável, por José Maria Silva Rosa, professor da Universidade da Beira Interior.
Apresentação 35º número dos Cadernos de Cultura “Medicina na Beira Interior – da Pré-história ao Século XXI”. 
Abertura da Exposição Imagens Circulantes, acerca das comemorações, em Castelo Branco, do IV Centenário do falecimento de Amato Lusitano.
 20:00 – Encerramento.
Dia 13 – Sábado
09:30 H – Início dos trabalhos*
Amato Lusitano (c. 1511-c. 1568) revisitado. 1552- Alfredo Rasteiro.
Dos casos de envenenamento por arsénico em Amato Lusitano ao caso de S. Miguel d´Acha (concelho de Idanha-a-Nova) de 1863 - Maria Adelaide Salvado.
A Cevada nas Curas Medicinais de Amato Lusitano - Albano Mendes de Matos.
Intervalo
Ecos da Gripe Espanhola (“mãe de todas as pandemias”), nesta região, um século depois - Joaquim Candeias da Silva.
A Peste no Romance ‘Mau Tempo no Canal’ de Vitorino Nemésio - J. David de Morais.
A gripe espanhola nas planuras do Sul – o caso de Castro Verde – Miguel Rego.
Sobre as quarentenas: “ensinar a pôr as autoridades nos seus lugares”, há 125 anos – António Lourenço Marques
Higiene e saúde pública na Beira Interior – O exemplo da «Parochia» rural de Sarzedas (1860-1920) – Maria Graça Vicente.
Estórias de um Arquivo Judicial - José Avelino Gonçalves.
13:00 H Almoço
14:30 Reinício dos trabalhos
O albicastrense Manuel Joaquim Henriques de Paiva e a reforma pombalina da Universidade de Coimbra (1772): o primeiro compêndio de farmácia para a Faculdade de Medicina – João Rui Pita e Ana Leonor Pereira.
António Maria de Sena (1845-1890): O beirão que se tornou o pioneiro da psiquiatria portuguesa - José Morgado Pereira.
António da Cruz, uma vida dedicada à cirurgia e ao ensino, em finais do século XVI e dealbar do XVII – Cristina Moisão.
O Picanço que mareou para Santa Cruz – Maria José Leal.
O ensino da medicina no Verdadeiro Método de estudar de Verney – Adelino Cardoso.
Intervalo
Ecos de Leite de Vasconcelos na Beira: Matérias e geografias - Filomena Barata e Pedro Miguel Salvado 
“Raios te partam” As pragas no contexto beirão. Algumas notas – Eddy Chambino.
Dois Médicos no Sardoal: Bernardo Pereira e Francisco Xavier de Almeida Pimenta – Aires Antunes Diniz. 
Caminhos textuais para pensar a Saúde: A doença na literatura - Lurdes Cardoso.
Vestígios de uma biblioteca municipal legente - por Graça Batista.
A Geografia da solidão – Miguel Nascimento
17:30 H 
Lançamento do livro, O Cerco da Pandemia - Antologia de poesia, coordenado por Leocádia Regalo, António Lourenço Marques e Pedro Salvado.
18:00 H
Conclusões, e encerramento.
20:00 H
Recital de Poesia, coordenação de Maria de Lurdes Gouveia Barata, com os poetas incluídos na Antologia presentes.
*Tempo limite de cada uma das comunicações: 15 minutos, com debate.
(Entrada livre)o 
O Albicastrense

Sem comentários:

Enviar um comentário

O PASSADO E O PRESENTE - (III)

CASTELO BRANCO  ATRAVÉS DOS TEMPOS  Terceira publicação da rubrica: “ I magens do passado e do presente da terra albicastrense ” .  A imagem...