sexta-feira, abril 02, 2021

NOVOS VENTOS NA TOPONÍMIA DA TERRA ALBICASTRENSE

SERÁ QUE DESTA VEZ A TOPONÍMIA DA 
TERRA ALBICASTRENSE VAI ENTRAR NA LINHA?

Muitas foram as vezes que aqui me manifestei contra a anarquia existente na Toponímia da terra Albicastrense. Placas de qualidade miserável, nomes de pessoas colocados  nas placas sem dados referentes a essas pessoas, critérios muitas vezes duvidosos dos patronos a constar nas placas, etc, etc…
Foi pois com grande satisfação, que hoje no jornal “Reconquista”, tomei conhecimento da publicação em diário da república do; “Regulamento Municipal de Toponímia e Numeração de Polícia do Município de Castelo Branco”. Ou seja, parece que a partir de agora (a ver vamos), as coisas vão entrar na linha. Não conheço o Regulamento na sua totalidade, porem, por aquilo que veio a público no jornal, temos coisas nele bastante positivas. Entre elas, a criação de uma Comissão Municipal de Toponímia, que eu pensava já existir, a colocação de placas em granito nas novas artérias (nada dizendo porem, sobre a substituição das miseráveis placas de plástico existentes) e ainda, a possibilidade de moradores de um determinada rua, poderem propor a mudança do nome dessa rua através de um baixo assinado aprovado, por dois terços dos seus moradores.
Volto ao ponto onde comecei esta publicação, entrei nesta contenda da Toponímia Albicastrense à muitos e muitos anos, contenda que agora “parece” ter dado alguns frutos, agora vou aguardar para observar os passos que vão ser dados a seguir. Eu proponha desde já, que a tal comissão que vai ser criada, pense muito seriamente na substituição das placas de plástico, pois a continuidade delas nas nossas ruas, envergonham os seu patronos e a terra albicastrense.   
Por isso, (na minha modesta opinião), elas devem ser substituídas pouco-a-pouco por placas em granito, e que nelas sejam colocados dados concretos sobre os patronas das mesmas. Será que este assunto morre aqui, ou dentro de algum tempo vou voltar a este assunto? 

A VER VAMOS!!!

                                                          O ALBICASTRENSE

2 comentários:

  1. Carlos Boavida
    A ideia é boa, mas a sua colocação em prática pode não ser tão simples. Alterações de nomes de rua ou números de polícia implicam alteração de morada em várias entidades, desde as contas da água, luz, telefone, etc, contas bancárias, recenseamento eleitoral, entre outros. Tudo isto implica custos para o residente que tem a "sorte" de ver a sua morada ou número de polícia alterados.
    (Comentário feito no facebook).

    ResponderEliminar
  2. Paulo Ramos de Almeida
    ...a toponímica deve ser mais escurtinada pelos munícipes... há muitos albicastenses notáveis que foram esquecidos ☝...enquanto surgem nomes que pouco me dizem 🤔
    (Comentário feito no facebook).

    ResponderEliminar

MEMÓRIAS DA TERRA ALBICASTRENSE

Recuperar e pintar antigas imagens da terra albicastrense, dá-me uma enorme satisfação.  Quando “apanho” uma antiga imagem da terra albicast...