sexta-feira, abril 03, 2009

ALBICASTRENSES ILUSTRES - XIV

Filipe Rodrigues Elias Luna de Montalto
(1567 – 1616)
O médico Filipe Montalto nasceu em 1567 na cidade de Castelo Branco, filho de António Aires e de Catarina Aires, neto materno de Filipe Rodrigues, irmão de Amato Lusitano. Foi baptizado na igreja de Santa Maria em 6-10-1567 com o nome de Filipe Rodrigues. Estudou na Universidade de Salamanca, onde tirou o grau de bacharel em Artes, em 1586, concluindo pouco depois, em 1588, o curso de Medicina. De regresso à terra natal casou com Jerónima da Fonseca, filha de Lopo da Fonseca, físico da rainha D. Catarina. Aqui exercitou clínica e lhe nasceram dois filhos: António e Rafael; mas, receando as perseguições do Santo Ofício, pois eracristão-novo, emigrou para a Itália, onde já se encontrava em 1599, como indica o Dr. Augustod’ Esaguy em Comentos à vida e obra de Elias Montalto. Com efeito, convertido ao judaísmo, uso uno exílio o nome de Filipe ou Elijah, Elias, Eliau deLuna Montalto. Em Novembro de 1606 publicou em Florença o seu primeiro livro “Optica”, no qual se assina por ‘’ Philipp Montalto, Lusitani Medicine doctoris’’ e, segundo afirma na Dedicatória, tivera já contacto com a família Médicis e a rainha Maria de França, durante uma curta estadia em Paris, onde fora alvo dos favores régios e disfrutara de grande consideração. Em Itália foi médico do Duque Fernando I de Florença, afirmando alguns autores que servira também na Universidade de Pisa, como professor de Medicina. A pedido da raínha Maria de Médicis desloca-se novamente a França, vindo a falecer em Tours, a 19.2.1616.
Por ordem de Maria de Médicis, o corpo de Montalto é embalsamado e levado para Amsterdão por Josué de Luna, parente do falecido e por
Saúl Levi Morteira. É enterrado no cemitério de Oudekerk, que tinha sido comprado na altura pela comunidade judaica.
Os livros que escreveu, tornam-no segundo autores alemães o precursor da psiquiatria, neurologia e psicologia moderna.
O albicastrense

1 comentário:

  1. Boa tarde,

    Mais uma bonita biografia de um grande desconhecido do povo albicastrense, e não só. Desconhecia completamente a existência deste ilustre doutor, assim como certamente 95% dos leitores deste bolg. Só posso dar os meus parabéns ao Sr. Veríssimo por esta pesquisa e divulgação.
    Por falar na comunidade judaica, aproveito também para relembrar o passado, e ajudar a nunca esquecer a nossa história: http://pt.wikipedia.org/wiki/Massacre_de_Lisboa_de_1506.

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar

MEMÓRIAS DA TERRA ALBICASTRENSE

Recuperar e pintar antigas imagens da terra albicastrense, dá-me uma enorme satisfação.  Quando “apanho” uma antiga imagem da terra albicast...