terça-feira, junho 18, 2019

DESCUBRA A DIFERENÇA

ONDE ESTÁ ELA!?

A primeira destas duas imagens, terá sido captada no início do século XXa segunda, foi captada por mim recentemente. 
Nestas duas imagens existe um pormenor (importante), que muito provavelmente não iram reparar à primeira vista. 

A pergunta aos visitantes deste blogue é a seguinte:

Desimpeçam a vossa "janela" do conhecimento, e verbalizem lá, o que falta na segunda imagem.

PS. A reabilitação do antigo Logradouro do Museu, poderá permitir que o que falta na segunda imagem, passa eventualmente ser reposto.
Vamos lá responder a esta contenda e apoiar 
o projeto, junto de quem dirige a 
terra albicastrense.
Albicastrense

domingo, junho 16, 2019

REABILITAÇÃO DO LOGRADOURO DO MUSEU FRANCISCO TAVARES PROENÇA JÚNIOR

 VEM SENTAR-TE DEBAIXO 
DAS 
MINHAS FOLHAS
Estive ontem numa iniciativa promovida pela Sociedade dos Amigos do Museu Francisco Tavares Proença Júnior, ação que visa a reabilitação do Logradouro da Fonte do Fauno do Museu, num espaço abandonado ao lado do nosso museu.  
Iniciativa da Sociedade de Amigos, para ser apresentada á Câmara Municipal, o projeto é da autoria do Arq. Pedro Novo. 
Confesso que fiquei entusiasmado com o projeto, não pela sua grandeza (que não tem), mas pela sua simplicidade e bom gosto. Por isso, não posso deixar de apelar aos albicastrenses o seguinte:
Vão ao nosso Museu ver a pequena exposição sobre este projeto, depois, subam ao local onde se propõem construir este Logradouro. 
Se gostarem da ideia, toca a postá-la no vosso facebook, de maneira a que o nosso presidente Luís Correia fique sensibilizado e, dê luz verde a esta notável ideia.   
 
MEUS AMIGOS

 Que tal levantarem o traseiro do sofá, irem visitar a pequena exposição e o local   onde se propõem construir o referido Logradouro!

O ALBICASTRENSE

sábado, junho 15, 2019

DUAS INSCRIÇÕES DA ZONA HISTÓRICA DA TERRA ALBICASTRENSE

PÉROLAS DA TERRA ALBICASTRENSE

Três pérolas que podem ser observadas na nossa zona histórica. A primeira no início da rua dos Ferreiros. A segunda na Praça Camões. A terceira no início da rua de Santa Maria, para quem entra na rua, pelo Largo do Espírito Santo.


Pedido de proteção à imaculada Conceição de 1646, sob o antigo baluarte da Porta da Vila (hoje entrada da rua dos Ferreiros).





Pedido de proteção à imaculada Conceição, de 1646, sob o antigo baluarte da Porta do Espírito Santo (hoje final da rua de Santa Maria).

Pedido de proteção à imaculada Conceição,
 de 1646 , colocado na fachada da antiga biblioteca  (Praça Camões).


Ps. Como os visitantes são importantes neste blogue, aqui estão as três inscrições. 
O Albicastrense

sexta-feira, junho 07, 2019

RUA CONSELHEIRO ALBUQUERQUE

 VERDADE OU  MENTIRA!

Nos últimos dias têm circulado na Internet, alguns postes sobre um possível abate das árvores ou parte delas da rua Conselheiro Albuquerque (rua lateral ao liceu, para quem desce a avenida Nuno Álvares em direção à estação), com o fim de arranjar e alargar o passeio onde estão dez árvores de grande porte.
Um amigo pediu-me que fosse ao local captar algumas imagens e, depois as colocasse aqui para que fosse possível falar sobre este assunto. Como alguns pedidos são ordens para mim, aqui estou eu a postar algumas imagens da referida rua.
Tenho a dizer o seguinte sobre este infeliz assunto: Passo por esta rua dia sim, dia não, confesso que muitas das vezes ao passar por ali, me interroguei sobre o estado miserável do referido passeio. É portante verdade que o dito passeio necessita de ser arranjado, o seu estado (como já disse anteriormente) é simplesmente miserável.
Dito isto, declaro que este hipotético abate das árvores para arranjar o passeio é um autêntico absurdo, pois no meu modesto entender, bastava proibir o estacionamento á dúzia de carros que ali estaciona diariamente, para arranjar e alargar o referido passeio e o problema resolvia-se.
Até me apetece dizer: as árvores estão mal cuidadas, os passarinhos estão em demasia no local, os passeios estão em péssimo estado e quem vai pagar por este deixa andar que um dia tudo se vai arranjar é a terra albicastrense, cada vez mais desfolhada de árvores.
- Será que fazer estrondo nas redes sociais, pode evitar o que se diz sobre o futuro destas árvores? 
- Os albicastrenses não terão uma palavra a dizer sobre este funesto assunto!?
O Albicastrense

terça-feira, junho 04, 2019

ENCICLOPÉDIA ALBICASTRENSE - (40)

ACONTECIMENTOS DO PASSADO
(183 ANOS DEPOIS)
No dia três de Junho de 1836, devido à instabilidade parlamentar e ao crescente descontentamento popular, o qual punha em causa o modelo de regime político, instituído e definido pelas Cortes Constitucionais de 1826, onde foi outorgada a Carta Constitucional, por D. Pedro IV, substituindo a constituição de 1820.
A Guarda Municipal espalhou o terror pela cidade de Castelo Branco, entrando à força em vários domicílios prendendo, sequestrando, injuriando e maltratando todas as pessoas que fossem suspeitas de pertencerem à facão miguelista.
PS. Recolha de dados: Jornal "Reconquista".
O ALBICASTRENSE

DESCUBRA A DIFERENÇA

ONDE ESTÁ ELA!? A primeira destas duas imagens, terá sido captada no início do  século  XX ,  a segunda, foi  captada por mim recentemen...