sábado, janeiro 03, 2015

BISPADO DE CASTELO BRANCO (III)

LEMBRANÇAS...
Para a história do Bispado de Castelo Branco
(Continuação)
“Em os vinte, e hum de Dezembro de mil, setecentos, e setenta, e hum pelas tres horas da tarde do dia de Sabbado, em que a Igreja festejou o Apostolo São Miguel Archanjo, que era Collegiada da Ordem de Nosso Senhor Jesus Christo com vigário e sinco Beneficiados, e hum Thesoureiro sacerdote, e no mesmo  acto ficou erigida em Santa Sé Cathedral com o mesmo Santo Archanjo por Orago na forma, que Sua Magestade Fidelissima foi servido mandalo; tomou posse o Excellentissimo, e Reverendíssimo Snr. D. Fr. Joseph de Jesus Maria Caetano, que no actual era Provincial  da Esclarecida Ordem dos Pregadores, pelo seu Rev. Mo Procurador o mesmo presentado Fr. Manoel Batista Dourado da mesma Ordem dos Pregadores co, assistencia do Clero desta Cidade e suas vizinhanças, Nobreza Ministros, e povo; que todos com grande exultação, e alegria assistiraõ  a taõ  gostoso acto, em que foraõ lidos O Breve, porque o Santissimo Padre Clemente Decimo  Quarto desmembrou do Bispado da Guarda este novo da cidade de Castello Branco, com os Arcediagados desta cidade, Monsanto, e Ouvidoria de Abrantes, na forma que Sua Magestade, que Deos garde, lhe supplicou, ficando na forma do d.º Breve Apostolico pertencendo ao Real Padroado a nomeação do mesmo Bispado, das Dignidades, Conegos,  Meios Conegos, Capellanes, e mais Beneficios  ou Officios, que no Cabbito da mesma Cathedral Sua Magestade for servido determinar; e a respeito do actual Paroco, e Vigario da mesma Igreja se vê no mesmo Breve Apostolico oseguinte: 
“Absque temen “ultus perjudicio Dlecti moderni istius Rectoris, Cui vita” ejus naturali durante, sue dome, et quoresque ijo se Modernus” Rector de aliis reditibus Ecclesiasticis Canonice provisus fueril,” omnes illus fructus intgre remarere debebunt" 
e o d.º Breve Apostolico vinha incuido no processo  de sentença do Ex. mo MonS.ºr  Conti Arcebispo de Tyro, e Nuncio Apostolico deste Reyno, e no mesmo processo e fora delle vinhaõ os Avisos de Sua Magestade Fidelissima, que Deos guarde; e para memória do referido eu o vigário actual da mesma Igreja do Archanjo Saõ Miguel desta cidade de Castello Branco o escrevi, e assignei Cast.º b.º 23 de Dezembro de 1771.
O Vigr.º Dr. Philippe Gomes de Santiago.
(Continua)
O Albicastrense

Sem comentários:

Enviar um comentário

AO PRESIDENTE DA AUTARQUIA ALBICASTRENSE - (II)

Hoje ao passear pela rua Mousinho Magro, dei comigo a olhar para os dois portados que se podem ver na imagem aqui postada e a perguntar ...