sexta-feira, agosto 10, 2012

EFEMÉRIDES MUNICIPAIS - LXIII


 A rubrica Efemérides Municipais foi publicada entre Janeiro de 1936 e Março de 1937, no jornal “A Era Nova”. Transitou para o Jornal “A Beira Baixa” em Abril de 1937, e ali foi publicada até Dezembro de 1940. A mudança de um para outro jornal deu-se derivada à extinção do primeiro. António Rodrigues Cardoso, “ARC” foi o autor desde belíssimo trabalho de investigação, (Trabalho que lhe deve ter tirado o sono, muitas e muitas vezes).

O texto está escrito, tal como foi publicado.
Os comentários do autor estão aqui na sua totalidade.

(Continuação)
Na sessão imediata, que se realizou em 28 de Fevereiro, foi apresentada uma carta régia que, sendo aberta, se averiguou que era  “a pauta dos novos officiaes que hão de servir nesta Câmara” e esses eram, Vereadores; António Ignácio Cardoso, Manuel Vaz Nuns Preto de Castilho e João de Mendanha; Procuradores; Capitão Francisco da Silva. Prestaram juramente e entraram logo em exercício.

Mas, pelos modos, os novos vereadores não vinham lá com grande amor ao trabalho, pois que só em 17 de Março realizaram a sua primeira sessão, na qual se limitaram a nomear os “Procuradores do Povo” e a determinar que se convocasse a Nobreza e Povo para o dia quarta feira em que se hão de contar vinte do corrente se determinar as Festas que se hão de fazer pelo feliz parto que se espera de S. A. a Princesa Nossa Senhora.

A convocação da Nobreza e Povo, que tinha sido resolvida na sessão de 17 de Março de 1793, para se assentar nas festas a realizar por ocasião do “feliz parto” da Princesa Nossa Senhora, (a Câmara sabia antecipadamente que o parto havia de ser feliz), ou não chegou a realizar-se, ou dela se não fez menção em acta nenhuma, porque a verdade é que de tal reunião não encontramos  vestígios.
(Continua)

PS. Mais uma vez informe os leitores dos postes “Efemérides Municipais”, que o que acabou de ler é, uma transcrição fiel do que foi publicado na época.

O Albicastrense

Sem comentários:

Enviar um comentário

MEMÓRIAS DE OUTROS TEMPOS - " O JÚLIO RAMOS DO CAFÉ ARCÁDIA"

O jornal “ Beira Baixa ” publicou em 1944, a pérola que aqui estou a postar.                            Não há no Mundo maior palp...