sexta-feira, julho 01, 2016

ANTIGA JUDIARIA DA TERRA ALBICASTRENSE

Na minha última visita à zona histórica da terra albicastrense, constatei que a placa toponímica da rua D’ Ega tinha deixado de ter por baixo do nome da rua, a seguinte designação: “Rua Principal de Antiga Judiaria – 1363 - 1496”.
Ao passar pela rua Nova, verifiquei que a respetiva placa toponímica tinha por baixo do nome da rua, parte da informação que anteriormente estava na placa da rua D’ Ega.
Os meus velhos neurónios começaram em ebulição, agitação que de imediato concluiu que algo de novo deveria ter acontecido para que tal mutação tivesse acontecido.
O jornal Povo da Beira desta semana dá luz a este assunto. Ficamos assim a saber através do referido jornal, que a mudança se deve a um estudo encomendado pela autarquia albicastrense sobre a Antiga Judiaria.
Não querendo agueirar a migração da antiga judiaria da terra albicastrense de uma rua para a outra, este albicastrense só pode esgrimir que nunca é tarde para repor a verdade, por isso, os meus parabéns aos responsáveis pela reposição da “verdade” histórica e, pela coragem de tomar decisões onde por vezes alguns preferem ficar caladinhos. 
O Albicastrense

4 comentários:

  1. Anónimo09:57

    Mas então afinal porque é que se considerou a Judiaria n a rua d'Ega?. Com base em que estudos, que agora são repetidos e dão resultados diferentes? será que se devem os mesmos estudiosos?

    ResponderEliminar
  2. Caro anónimo.
    Com base naquilo que sempre ouvi, os estudos anteriores baseavam-se na opinião de uma pessoa.
    "Parece" que essa pessoa estaria enganada, pois ninguém veio a publico defender a tese dele.
    Fosse como fosse o importante é repor a verdade.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Anónimo15:49

    Concordo

    ResponderEliminar
  4. Anónimo10:17

    parece que esssa pessoa tem algum poder porque decidiu sozinho alterar a placa e colocou uma estrela no chão da rua d'Ega. E agora a Câmara tem de "descalçar a bota" (também li os artigos no jornal a reconquista e pareceu-me mais que uma "provavel judiaria").
    Acho bem a homenagem aos judeus que viveram em Castelo Branco nessa época, mas ao menos que se ponha a estrela no sítio correcto

    ResponderEliminar

AO PRESIDENTE DA AUTARQUIA ALBICASTRENSE - (II)

Hoje ao passear pela rua Mousinho Magro, dei comigo a olhar para os dois portados que se podem ver na imagem aqui postada e a perguntar ...