domingo, agosto 13, 2017

CENTRO DE INTERPRETAÇÃO DO BORDADO DE CASTELO BRANCO

Como todos aqueles que visitam regularmente este blogue sabem, sou um eterno enamorado do Bordado de Castelo Branco, por isso, tudo o que de bom for feito em seu benefício, terá sempre o meu apoio.
Visitei na passada sexta-feira  o Centro de Interpretação do Bordado de Castelo Branco e confesso que gostei imenso do que vi. 
Não vou entrar em pormenores ou apreciações sobre o referido centro, pois entendo que os albicastrenses têm o dever de o visitar e serem eles próprios a dizerem o que pensam sobre o mesmo. 
Contudo não posso deixar de fazer um pequeno reparo:
No referido centro está exposto parte de uma exposição que existia no museu Francisco Tavares Proença Júnior, sobre o ciclo do linho.
Trabalho realizado na primeira década deste século pela então diretora do museu, Dr. Ana Margarida e respetiva equipe. 
A pergunta que aqui deixo a quem organizou o espaço só pode ser uma:
Não deveria estar por ali um texto exposto,
explicando esse facto?
Como não acredito que alguém queira ficar com o mérito do trabalho de outros, só posso concluir que terá havido uma pequena distração.                   
O Albicastrense

Sem comentários:

Enviar um comentário

MEMÓRIAS DE OUTROS TEMPOS - " O JÚLIO RAMOS DO CAFÉ ARCÁDIA"

O jornal “ Beira Baixa ” publicou em 1944, a pérola que aqui estou a postar.                            Não há no Mundo maior palp...