segunda-feira, janeiro 22, 2007

HOSPITAL AMATO LUSITANO - II


Então o que é que foi dito na reunião?

Pergunta um nosso amigo? A pergunta é simples, a resposta um pouco complicada… e para responder a este anónimo diria apenas, que após quatro horas de discussão (das 18 horas às 22.00) as aguas estão agora um pouco mais transparentes, (repito um pouco mais transparente) porém é preciso que os albicastrenses tenham a certeza de uma coisa… só eles podem impedir o esvaziamento das referidas especialidades do hospital Amato Lusitano a curto prazo.
O presidente da Câmara Municipal assumiu publicamente nesta reunião, que estará sempre ao lado dos albicastrenses nesta l
uta.
Ao autarca Joaquim Morão os albicastrenses pedem firmeza na defesa do nosso hospital, e dizer-lhe que pode contar com eles nesta luta, que é de todos e para todos, pois nascer, viver e morrer nesta terra, não é um bónus que nos possam dar ou tirar.
Aos albicastrenses só resta pois um caminho, lutar, lutar e lutar sempre...…
O Albicastrense

7 comentários:

  1. Anónimo12:44

    Essa do Morão estar ao lado dos albicastrenses.Para isso é pago!

    ResponderEliminar
  2. Anónimo16:13

    Mas será mesmo preciso o hospital, temos bons caminhos para a Covilhã e uma excelente clinica privada nas Violetas. Isto é desenvolvimento socialista, fechem o hospital já, só dá prejuízo!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo19:24

    Desculpe lá mas seja quem for não está bom da cabeça!!! Fechar o hospital? Deve ser rico não? A clinica das violetas é só para os ricos, para quem tem massa percebeu.É uma afronta para os pobres.Quem não tem vai para o centro de saúde que....é so entrar e sair.Assim vai a porcaria da nossa saúde em portugal.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo21:19

    tem toda a razao pois os lobis não permitem que exista convenções com esta clinica

    ResponderEliminar
  5. Anónimo19:36

    Alguém me sabe dizer por que foi que a Dr Elisa de Almeida, (ortopedista) deixou de dar consultas na clinica das violetas com uma lista de doentes á espera de consulta. Como encontrá-la?.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo16:34

    Ao anónimo que referiu que a necessidade do Hospital Amato Lusitano é questionável:
    Meu caro, os bons caminhos que refere para a Covilhã, com o objectivo e chegar ao CHCB, são (em emergência) LONGOS. Penosamente longos. E pergunta você porquê? Porque em caso de, por exemplo, Traumatismo Vertebro-Medular com comprometimento superior o veículo de transporte não pode, frequentemente, ultrapassar os 20Km/h. Quem fala em situações traumáticas pode falar em situações agudas como AVC, EAM, Embolia Cerebral, Embolia Pulmonar,...
    Se acha que uma capital de distrito, com a dimensão que esse factor acarreta, não deve possuir uma valência hospitalar, entao aconselho-o a visitar Urgentemente um psiquiatra...ou pelo menos abdicar dos lucros da CMCV que certamente deve auferir.
    Presumo que conheça a Clínica Médico-Cirúrgica das Violetas, sugerir que uma clínica de tamanho diminuído é suficiente é também ridículo. Não é apenas a questão económica, é mais que tudo uma questão de conhecimento e quem não sabe, já dizia a minha avó, mete a língua na caixa que é para isso que a temos. Como profissional de saúde que sou, procure ajuda.

    ResponderEliminar
  7. Anónimo03:26

    alguem me sabe dizer quanto é que se paga por uma consulta de endocrinologia ? Nessa famosa clínica!?

    ResponderEliminar

A RUA DA MINHA ESCOLA – (VII)

        (ESCOLA DA SENHORA DA PIEDADE)                          O que sabemos nós da rua da nossa escola primária? João Evangelista...