sexta-feira, novembro 08, 2013

CRÓNICAS DO QUINTAL DOS MARRECOS (VI)

O GUIÃO 
DO 
MARRECO PORTAS
No quintal marrécal o tão esperado Guião da Reforma do Estado, caiu que nem ginjas junto do povão marrécal.
A reação a tal guião não se fez esperar, (o povão adora uma boa ginjinha), de imediato alguns dos marrecos mais ilustres, vieram a publico expressar-se sobre tão “importantíssimo” documento.

Segundo fontes que este escrivão não consegui identificar, consta que certos laranjas, (ou será laranjinhas azedas?) terão afirmado; “o guião, é uma mão cheia de nada e repleta de banalidades, em suma uma palhaçada”.
Para outros, não laranjas; “o documento foi escrito por alguém que tendo falhado o prazo de entrega, foi à Wikipedia buscar ideias, fez um corta e cola e apresentou o documento”, ou ainda; “com este guião, Portas não passava, nem à oral ia!”.
O marreco Bago Félix, afirmou; ”o documento é um memorando doméstico cheio de intenções”.
O marreco líder da Central Sindical, declarou que; “o guiãozito do Marreco Portas, está cheio de lanças contra trabalhadores”.

Contudo as reacções a tão prestigiado guião, não se ficaram pelas declarações de marrecos ilustres, o povão (menos ilustre, mas também com direito à indignação) não quis ficar de fora e comentou também ele, o malparido guião.
O marreco Zé das Larachas, berrava na tasca da “Ti Lurdes” para quem o quisesse ouvir, que o Portas deveria meter o guião no (!), pois assim sempre tinha alguma utilidade.
O marreco Tonho Azedo, (sempre muito bem disposto), afirmava na “Tasca do Manel das Bifanas”, que ia ser operado às hemorróidas e que no hospital o tinham informado que teria que levar um rolo de papel higiénico, perante tal exigência, pediu ao marreco Portas para lhes emprestar o guião, pois assim não necessitava de levar o papel higiénico, (não será demasiado duro o papel?).
O marreco Betinho Pastel de Nata, proclamava na pastelaria “Belar” que o Portinhas era um pastel de nata, contudo não era com este Guião que o convencia a papar com ele, um pastelinho de nata.
O marreco realizador de fitas, Manel dos Sobreiros, responsável pelos dois últimos sucessos cinematográficos do quintal marrécal, (O milagre do Passos e Chantagem do Portas) afirmou que o guião daria um excelente filme e propôs desde logo, passá-lo ao cinema com o titulo de; “O Guião do ilusionista manhoso”.
O marreco Sacristão, (responsável pela salvação das alminhas do quintal), anunciou que perante tão volumoso guião e na presença de tão “boas” intenções, iria benzer com ácido sulfúrico o citado coitado, para excomungar os muitos pecados que nele existem.
Para terminar: o marreco escrivão do quintal, pedincha aos “marrecos” que escarafuncham este blog, para aqui deixarem as suas declarações marrécais sobre o infeliz e mal parido guião.

Ultima hora: Segundo o jornalista Boca Suja, num artigo publicado no jornal marrécal, “Correio da Madrugada”, o marreco primeiro (perdão! Vice-primeiro...), terá tentado apresentar dois guiões aos marrecos.
Um sobre a reforma do quintal Marrecal, e outro sobre a reforma do Borda d'Água, (almanaque marrécal publicado anualmente desde 1929, pela Minerva). Segundo o referido artigo, consta que um grupo de assinantes do referido almanaque, (fanáticos pelo Borda) ao terem conhecimento  de tal propósito,  terão feito chegar ao marreco das feiras e mercados uma missiva onde lhe é dito, para ele não insistir no propósito de alterar o que quer que seja no Borda, de contrario, eles iriam contratar meia dúzia de galináceos para lhe cortar a coisinha e dá-la de presente ao primeiro.  
O Escrivão do quintal marrécal.

2 comentários:



  1. É que o dito não disse mesmo nada....

    ResponderEliminar
  2. Amiga Idanhense.
    Consta no quintal marrécal, que o citado marreco terá engolido o pio e ficou entupido dos canais(!).
    Abraço.

    ResponderEliminar

O NOSSO BARROCAL

A MINHA OPINIÃO SOBRE O BARROCAL  O Barrocal é para mim, e para muitos albicastrenses, um local de memórias e afectos, pois muitos de ...