sexta-feira, março 07, 2014

ANTIGAS CAPELAS DA TERRA ALBICASTRENSE - III

"ERMIDA DE SANTO ANDRÉ"
Estava situada no sítio da Polida e tinha na frente um cruzeiro muito simples de cantaria. Segundo o livro do Tombo da Comenda, tinha de comprimento nove varas e dois palmos e meio, de largura três varas e meia.
Ignoram-se as datas da sua fundação e a sua demolição. É porém, incontestável que já existia no século XVI quando o Rei D. Manuel I institui a Misericórdia de Castelo Branco e nela incorporou os bens da confraria de Santo André, que na totalidade, rendiam anualmente 6$185 réis e duas galinhas e, que se compunham de 43 casas, 14 chões, 12 vinhas e 28 olivais, cujos rendimentos eram respectivamente de 2$375 réis, 670 réis, duas galinhas e 1$7409 réis.
No dia de Santo André (1), havia nesta capela uma festividade promovida pela irmandade da Santa Casa de Misericórdia.
(1) Dia de Santo André – 30 de Novembro

Recolha de dados: “Castelo Branco na História e na Arte”, de Manuel Tavares dos Santos.
O Albicastrense

Sem comentários:

Enviar um comentário

MEMÓRIAS DE OUTROS TEMPOS - " O JÚLIO RAMOS DO CAFÉ ARCÁDIA"

O jornal “ Beira Baixa ” publicou em 1944, a pérola que aqui estou a postar.                            Não há no Mundo maior palp...