segunda-feira, maio 29, 2006

MATERNIDADES E SALAS DE PARTO - II




MATERNIDADES E SALAS DE PARTO – II

Em defesa das maternidades de Castelo Branco, Covilhã e Guarda sempre!

Realizou-se na passada quinta-feira uma pequena concentração pela defesa das maternidades na Beira Interior, frente ao governo civil de Castelo Branco.
Estive lá e tirei algumas fotografias que quero partilhar com todos aqueles que lutam por esta causa, algumas das inscrições que se podem ver nestas duas fotografias, foram feitas por crianças que ao passarem por ali não resistiam ao impulso de as escrever, num pano branco ali exposto.
A luta continua pela defesa das maternidades de Castelo Branco, Covilhã e Guarda
.

O Albicastrense

7 comentários:

  1. Anónimo20:21

    julgo que tambem houve uma acçao de solideriedade em frente ao hospital a cerca de uma semana.
    E pena isto que esta a acontecer...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo23:35

    realmente é mesmo uma pouca vergonha,eles querem fazer tudo e so fazem é merda,qualquer dia começam eles a fazer os partos na assembleia da républica.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo14:16

    Os erros ortográficos são muito belos.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo14:16

    Grandes artistas...As crianças?

    ResponderEliminar
  5. Tambem eu, mesmo na distancia estou solidario e a minha maneira tenho lutado contra estes encerramentos. Parece no entanto que o governo esta surdo e so compreende as razoes economicas, por mais que diga o contrario.

    ResponderEliminar
  6. Para grande pena minha mas acho que é uma batalha perdida. A covilhã já ganhou, não fossem chegados alguns membros do governo a começar pelo 1º

    ResponderEliminar
  7. Amigo Batista

    O pessimismo continua a ser o tu forte, olha eu ainda quer acreditar que só lutando podemos mudar as decisões de alguns aldrabões, que tudo prometem e depois só nos prejudicam.
    Um abraço deste teu amigo.
    O Albicastrense

    ResponderEliminar

A RUA DA MINHA ESCOLA – (VII)

        (ESCOLA DA SENHORA DA PIEDADE)                          O que sabemos nós da rua da nossa escola primária? João Evangelista...