segunda-feira, março 05, 2012

DELEGAÇÃO DISTRITAL DE CASTELO BRANCO DA CRUZ VERMELHA


A Delegação Distrital da Cruz Vermelha de Castelo Branco está instalada no antigo e muito belo edifício do século XVI, (Domus Municipalis), situado na Praça Velha, edifício que também já deu guarida à Biblioteca Municipal Jaime Lopes Dias.
Desloquei-me na passada semana a estas instalações com um irmão meu, para ele ali fazer determinado acto médico. O atendimento por parte de quem ali trabalha não podia ser melhor, contudo, confesso que fiquei bastante triste com o que por ali observei.
O espaço é bastante reduzido e sem condições para as funções para as quais está destinado, e como se isso não bastasse, existem “seres humanos” que nos fins-de-semana (e não só), aproveitam a entrada da delegação (que está instalada na cave do referido edifício), para ali fazerem as suas necessidades fisiológicas.
Uns autênticos porcos! É o mínimo que se pode dizer destes seres ditos humanos, mas que de humanos parecem ter muito pouco. Além da pobreza do espaço e da sua falta de condições, a entrada não permite a entrada de uma maca, a entrada de uma cadeira de rodas e de muitas outras condições necessárias para um bom funcionamento da referida delegação.
Como é de conhecimento geral, este magnifico edifício pertence à autarquia albicastrense, autarquia que cedeu à Cruz vermelha (há já muitos anos) a cave para que ali pudessem funcionar os seus serviços, contudo “talvez” no início o espaço fosse suficiente para as funções a que se proponha, no entanto para os dias de hoje é uma dor de alma ver uma instituição como a Cruz Vermelha, prestar actos médicos num espaço que muito deixa a desejar e que ao mesmo tempo muito nos envergonha a todos.
Como albicastrense que entende ser importante ter na sua terra uma Delegação Distrital da Cruz Vermelha, que não envergonhe nem a cidade nem os albicastrenses, só aqui posso afirmar que a continuação desta situação é complemente inadmissível, e exigir aos responsáveis pela autarquia da minha cidade, para que muito brevemente ponham termo a esta tão triste situação.
Situação que pode passar por colocar a respectiva delegação numa das muitas casas recuperadas pela autarquia e entretanto ao abandonado, ou então, recuperar duma vez por todas a velha “Domus Municipali” de forma a que a Delegação Distrital de Castelo Branco da Cruz Vermelha, tenha as condições que merece e os albicastrenses desejam.
O Albicastrense

1 comentário:

  1. Anónimo14:08

    Já foi tudo
    e CADEIA
    que é o que precisam os levaraam o pais prá falencia.
    Da cruz vermelha tambem se aproveitaram.
    Quem despediu os militares ?
    Porquê ?
    e Por quanto ?
    e que honrra de quem serviu ?
    alguém sabe contar a historia

    ResponderEliminar

A RUA DA MINHA ESCOLA – (IX)

(ESCOLA DO BONFIM)                               O que sabemos nós da rua da nossa escola primária?    (Rua do Bonfim)         ...