quinta-feira, junho 14, 2012

IMAGENS DA MINHA TERRA – XXV


DUAS IMAGENS, UM LOCAL

No seguimento da imagem anterior, aqui fica mais um local para os albicastrenses identificarem.
Esta imagem mostra-nos um pequeno beco, beco que dia menos dia, terá os dias contados, uma vez que as velhas casas que nele têm residência, estão uma verdadeira calamidade.
Curiosamente ainda hoje recordo, gente que no passado morou neste beco.
Como não vai ser nada fácil identificar este local, aqui fica uma pequena ajuda.

Tenho nome de pássaro,
mas não sou pássaro...
Tenho sítio em Castelo Branco,
mas estou quase desabitado...
Onde fico eu?

PS. Tal como das outras vezes, as respostas certas só serão publicadas dois ou três dias depois, para que todos possam responder.

O Albicastrense 

7 comentários:

  1. Anónimo20:22

    Boas! esse sitio é privado ou é uma rua aberta ao publico? Não estou mesmo a ver onde fica.

    O ALBICASTRENSE.

    ResponderEliminar
  2. Amigo Albicastrense.
    É um pequeno beco, onde existem meia dúzia de casas.
    Claro que pode visita-lo, embora a sua situação seja péssima.
    Aqui vai mais uma ajuda! Ele fica numa rua que tem o nome,de um grande albicastrense, albicastrense que quando morreu deixou uma importante biblioteca à nossa . (J.A.M).

    ResponderEliminar
  3. Amigo Albicastrense.
    É um pequeno beco, onde existem meia dúzia de casas.
    Claro que pode visita-lo, embora a sua situação seja péssima.
    Aqui vai mais uma ajuda! Ele fica numa rua que tem o nome,de um grande albicastrense, albicastrense que quando morreu deixou uma importante biblioteca à nossa terra. (J.A.M).

    ResponderEliminar
  4. Anónimo19:20

    Obrigado.Nao estou mesmo haver onde fica vou esperar que ponha a resposta.

    O ALBICASTRENSE.

    ResponderEliminar
  5. Uma pequena ajuda.
    Na imagem anterior a esta,alguém mencionou este beco em vez daquele que a imagem mostrava.
    Tal, levou-me a ir este beco para ver como ele estava.
    Infelizmente ele está uma desgraça. Agora é só pensarem....

    ResponderEliminar
  6. Anónimo07:11

    Depois desta ajuda, já não me engano, é o Beco do Pardal. Aproveito a oportunidade, para satisfazer um pedido que fez quando publicou pela primeira vez o Hypólito. O autor do desenho foi o Eng. Amado Estriga e as legendas era em co-autoria, segundo constava na altura, com o Sr. João Mendanha, que foi Director de Finanças
    João

    ResponderEliminar
  7. Caro anónimo.
    Claro que se trata do Beco do Pardal.
    Para quem não saiba, (pois parece que desta vez a coisa foi mesmo difícil), este beco, fica situado no final da rua J. A. Morão, (um pouco antes de entrar na Avenida Humberto Delgado).
    Curiosamente não sei se este nome é oficial, ou apenas um nome que alguém entendeu afixar no lugar.
    Em criança conheci um homem (que por ali morava) a quem chamavam o velho Pardal, terá este facto contribuído para batizarem este beco com o seu nome?!
    Quanto à informação sobre o Hypólito, o meu bem-haja, já tinha perdido a esperança de encontrar o autor dos desenhos.

    ResponderEliminar

DESCOBRINDO CASTELO BRANCO ANTIGO – (VI)

  Esta é uma imagem que irá deixar muita gente a coçar a cabeça e a interrogar-se, sobre o local onde este edifício tinha poiso na terra...