terça-feira, setembro 20, 2016

UM IMPOSTO DO CARAÇAS

CURIOSIDADES DA TERRA ALBICASTRENSE

Na sessão Camarária de 13 de Março de 1655, decidiu a respectiva vereação o seguinte:
Aos três dias de março de mil eseis sentos esincoenta esinco anos estando em Camera odoutor domingos Cajado Rebelo Juis de fora,  Thmaz de Carvalho dasilva vreador, Antonio artins Ruivo procurador  mandarão eseguinte elogo na ditta Camera oderenarão que porquanto os pardais fazião muito dano nas ortas e nos cgois eno pão que está junto avilla e que he necessário acudirlhe com oremedio conveniente mandarão que toda a pesos de qualquer calidade que tiver casas em que viva terá obrigasão de dar simquo cabesas depardais que serão entregues ao escrivão da Camera eas pesoas assim davila como do termo e pera  otermo sepasará mandado pera os juízes omandarem apregoar e fazerm rol…. das que dão os ditos pardais emandarão os rois aesta Camera das pessoas que os derão ou deixarão de dar oque comprirão os ditos juízes com pena deseis mil Reis aplicados pera as obras deste concelho equalquer pesoa que não entregar os ditos Simquo pardais até dia de são João paguará quinhentos Reis de coima pera as despesas do concelho”.  
Este estranho imposto, foi criado em 1655 e manteve-se em vigor durante mais de dois séculos. Nos últimos anos o imposto era de difícil de pagamento, pois os pardais tinham rareado, por isso a Câmara fechava os olhos e deixava passar. 
O texto está escrito,  tal como estava na respectiva acta camarária de 1655. 
Recolha de dados,Subsidios para História Regional de Beira-Baixa” de José Ribeiro Cardoso .
O Albicastrense

Sem comentários:

Enviar um comentário

UM HOSTEL NA NOSSA ZONA HISTÓRICA

 (A CASA DA D. OLÍVIA)  Muitas foram já as vezes que aqui depositei tristezas sobre a nossa zona histórica, e muitas mais irão suced...