terça-feira, outubro 31, 2017

PASSEANDO…. PELA DEVESA DO SÉCULO XIX – (3)

                                          A TERRA ALBICASTRENSE NO PASSADO 
(Continuação)
1887 - O pintor Carmo Reis, com atelier no quintal do Visconde de Portalegre e Castelo Branco, executa retratos fotográficos, óleo e a crayon.
1888 – A charanga de Cavalaria toca no passeio público (ainda sem coreto) no final das tardes de verão.
1889 – O mercado do gado vacum, que se realizava na devesa, é transferido para o Saibreiro.
1889 – Uma força de Cavalaria sai para Vila Velha em uma tentativa de por cobro a desacatos surgidos entre trabalhadores que construíam a linha do caminho-de-ferro.
1891 – Decoração “à veneziana” do passeio público, aquando da inauguração da linha do caminho-de-ferro.
1891 – Início da construção da praça metálica.
1891 – O Grémio dos Artistas faz bazar no passeio público.
1892 – Eduardo Barbagelato monda no largo D. Luís I uma barraca de lona com 18 metros de comprido por 7 de largo, destinado a exposição de feras.
1896/1897 – Grandes obras de aformoseamento do passeio público e largo D. Luís. 
(Continua)
RECOLHA DE DADOS
O Programa POLIS em Castelo Branco”.
Autoria de António Silveira, Leonel Azevedo
 e Pedro Quintela d`Oliveira.
O Albicastrense

Sem comentários:

Enviar um comentário

Meeeee, diz a ovelha da esquerda para a outra. Meeeee, responde a outra. Meeeee, replica a primeira. Meeeee, volta a respon...