quarta-feira, agosto 23, 2006

O CORETO DA DEVESA

CASTELO BRANCO NO PASSADO - (1)
(Histórias e factos, que o tempo não apagou)

A partir de hoje vou aqui apresentar uma pequena rubrica, onde os albicastrenses poderão recordar factos passados, de Castelo Branco e ao mesmo tempo, dar a conhecer pessoas, que de uma ou outra maneira, se tornaram albicastrenses conhecidos na sua época, mas que o tempo e a memória dos homens se esqueceu.
Os dados históricos desta rubrica são da autoria de Gil Reis e são publicados no Jornal ”Reconquista”.
A ele o meu Bem-Haja, por me recordar semanalmente, do passado da terra albicastrense.

ANTIGO CORETO DA DEVESA

Foi inaugurado em Castelo Branco no passeio da devesa, conhecido por passeio verde, um artístico coreto, onde as bandas filarmónicas tocaram, durante largos anos. Durante a cerimónia inaugural, actuou a Orquestra do Clube Harmonia, sob a regência do maestro Urbano de Jesus Escoto. 
Este coreto veio a ser desmantelado pelo tornado que assolou Castelo Branco, no dia 6 de Novembro de 1954, o qual lhe destruiu a pesada cúpula, transformado toda a estrutura metálica, num montão informe de ferros.
                                              O Albicastrense

6 comentários:

  1. Muito interessante este post. Ainda tenho uma vaga ideia do coreto ao pé da praça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas depois houve um coreto no passeio verde?

      Eliminar
  2. andas cá com uma produção!

    Olha a Fonte das Mulheres é (ou foi não sei) em Alcains

    ResponderEliminar
  3. Anónimo10:50

    Mas afinal que idade tem o Batista para dizer que ainda tem uma vaga ideia do coreto da devesa?

    ResponderEliminar
  4. Anónimo21:51

    Não duvide do que o meu amigo Batista diz,porque se ele se lembra é porque o coreto já lá estava.

    ResponderEliminar
  5. Amigo Luciano.
    Depois do tufão o coreto nunca mais foi recuperado.
    O meu amigo, Joaquim Baptista só pode estar confundido.
    Abraço

    ResponderEliminar

DESCOBRINDO CASTELO BRANCO ANTIGO – (VI)

  Esta é uma imagem que irá deixar muita gente a coçar a cabeça e a interrogar-se, sobre o local onde este edifício tinha poiso na terra...