quinta-feira, novembro 02, 2006

O NOSSO VELHO RELÓGIO

O RELÓGIO DA TORRE DE CASTELO BRANCO

O velho relógio instalado numa das torres que integravam o sistema de defesa da velha urbe, tem constituído um dos elementos mais marcantes da estrutura da vida da cidade de Castelo Branco ao longo dos tempos. O seu funcionamento e respectiva manutenção são da responsabilidade da Câmara Municipal de Castelo Branco há quase duzentos anos.
Porém desde há algum tempo o tempo parou por ali, e hoje o referido cujo, encontra-se ferido de “morte”, pois nada nos diz acerca do tempo.
As obras necessárias para a sua reparação começaram no entanto. Parece que o tempo de reforma do dito cujo, se aproxima, pois não se vislumbram melhoras na sua recuperação. São recaídas e mais recaídas! Serão sintomas de agonia de que os médicos “relojoeiros” não dão conta?
O diagnóstico parece reservado e sem fim a vista:
“Enterre-se o defunto!” - proclama-se em alta voz.
Agora mais a sério, que raio se passa com o velho relógio?
Será desleixo, falta de cuidadosa assistência ou não há relojoeiro que consiga pô-lo a trabalhar convenientemente?
Será necessário a vinda de algum relojoeiro Suíço, para o seu restauro, meus senhores?

O Albicastrense

1 comentário:

  1. Anónimo12:08

    Ele já foi concertado,mas ficou também que voltou ao mesmo.Acho mesmo que o melhor é levalo para a Suiça.Xina

    ResponderEliminar

A RUA DA MINHA ESCOLA – (IX)

(ESCOLA DO BONFIM)                               O que sabemos nós da rua da nossa escola primária?    (Rua do Bonfim)         ...