domingo, outubro 29, 2006

CINEMA NO PARQUE DA CIDADE

“Um bilhete de Cinema”

O revistar de algumas velharias que todos nós temos em casa, proporciona-nos por vezes gratas recordações, assim aconteceu comigo há alguns dias, quando dentro de um livro encontrei este velho bilhete de cinema do antigo parque da cidade.
O cinema ao ar livre, no então dominado ”Parque Desportivo”, hoje mais conhecido por Parque dos Loureiros foi inaugurado em 1921, e ali permaneceu durante mais de 50 anos.
Mais de cinquenta anos de fitas cinematográficas que terão ficado na memória de muitos albicastrenses. Quem não se lembra dos filmes de John Wayne, Gary Cooper, James Stewart, Clark Gable, Henry Fonda, Alain Delon, Jean – Paul Belmondo, Lino Ventura e tantos e tantos outros, ou das actrizes Brigitte Bardot,
Jeanne Moreau, Sofia Lorem, Claudia Cardinale ou ainda dos realizadores Francois Truffaut, Roger Vadim ou Claude Lelouche, John Ford, John Huston, Sérgio Leone e por fim o grande Alfred Hitchcock.
O cinema de ontem é muito diferente do de hoje, para melhor dirão alguns, para pior dirão outros. Como cinéfilo que sou, direi apenas que está diferente, e acrescentarei que saudades tenho eu de alguns
(bons velhos) filmes!!!
Na década de sessenta, (tinha eu na altura 15 ou 16 anos de idade), quando no cimo de uma árvore, bem lá no cimo, que se encontrava mesmo ao lado da casinha onde se vendiam os bilhetes para o cinema, no antigo parque da cidade, (neste momento não sei se esta arvore, ainda lá está, ou se a febre do corte também a levou), vi um filme que ainda hoje guardo na memória e que gostaria de aqui repartir, com todos aqueles que eventualmente possam gostar de cinema.

O Mensageiro do Diabo “The Night of the Hunter”
De
Charles Laughton;
Com “
Robert Mitchum”.

O Mensageiro do Diabo conta a história de um indivíduo que é condenado à forca por roubo e homicídio e antes de entrar na prisão, deixa a seus filhos o dinheiro roubado, obrigando-os a jurar que não revelarão o segredo a ninguém. Na cadeia, conhece um pregador (Robert Mitchum), que tenta por todos os meios averiguar onde está o dinheiro. Quando o pregador sai da prisão, vai à procura das crianças, decidido a ficar com o dinheiro. O Mensageiro do Diabo é um extraordinário conto de fadas em que a verdade depende sempre da inocência e a astúcia das crianças, e onde os adultos são, na sua maioria, corruptos, bobos ou malvados. O mensageiro conta com excelentes actuações: de Robert Mitchum e Lilian Gish, e uma impressionante fotografia expressionista, e foi feito em 1955.
Infelizmente para todos, esta foi a primeira e última vez que o genial actor Charles Laughton se colocou atrás das câmaras, produzindo um filme inquietante que com o passar dos anos se tornaria uma verdadeira obra de culto.

Foi ainda em finais da década de sessenta que ali vi o filme, (que hoje tenho em DVD), que considero um dos meus melhores filmes de sempre. Estou a referir-me a: ”ACONTECEU NO OESTE”.

Deste filme disse Sérgio Leone, na época.

“ O ritmo do filme pretende criar a sensação dos últimos suspiros que uma pessoa dá antes de morrer. ACONTECEU NO OESTE, é do princípio ao fim, uma dança de morte, todas as personagens do filme, excepto Cláudia Cardinale, tem consciência do facto de que não vão chegar ao fim vivas”.

Para terminar apenas uma pergunta.
Sendo a indústria cinematográfica uma actividade bastante lucrativa, (e só assim se compreende as quantias astronómicas pagas a algumas “estrelas”), a realização de pequenos ciclos de cinema a preços convidativos, no parque da cidade em plena época de verão, não seria um bom negócio? E ao mesmo tempo uma boa aposta na promoção do cinema “fora-de-casa”? Responda quem souber ou quem quiser!
O Albicastrense

1 comentário:

  1. Anónimo11:12

    Foi mesmo uma pena terem acabado. Bons filmes eu lá vi,principalmente os de terror o Drácula.Pelo menos no verão deviam continuar.Xina.

    ResponderEliminar

DESCOBRINDO CASTELO BRANCO ANTIGO – (VI)

  Esta é uma imagem que irá deixar muita gente a coçar a cabeça e a interrogar-se, sobre o local onde este edifício tinha poiso na terra...