domingo, novembro 18, 2012

CHAFARIZES DA MINHA TERRA


O CHAFARIZ DA GRAÇA
Por vezes dou comigo a magicar que na casa autárquica da terra albicastrense, existe pessoal que me visita.
Esta minha convicção, crença ou fé, (só isso...) sobe-me a moleirinha e dou comigo a presumir, que talvez valha a pena continuar a mandar aqui “recados”, pois pode acontecer que na citada casa, alguém tenha um computa ligado e sempre pode recebe-los.
Esta minha convicção (apenas isso, e só isso...) por vezes parece ter razão de ser, uma vez que passado algum tempo, (muito...) os “recados” como por artes mágicas são atendidos.
O parlatório anterior, serve apenas para me convencer a mim próprio, que talvez o facto de aqui ter denunciado por várias vezes, a triste condição em que se encontrava o velho Chafariz da Graça, tenha contribuído para que os responsáveis autárquicos da terra albicastrense, tenham por fim decidido pintar, limpar o tanque, e cortar as muitas ervas daninhas que por ali existiam.
Aos responsáveis pela limpeza do velho Chafariz da Graça, este albicastrense além de afirmar que este asseio podia ter ido um pouco mais longe, quer igualmente declarar que por vezes mais mais vale tarde, que no dia de S. Nunca à Tarde.

O Albicastrense

Sem comentários:

Enviar um comentário

MEMÓRIAS DE OUTROS TEMPOS - " O JÚLIO RAMOS DO CAFÉ ARCÁDIA"

O jornal “ Beira Baixa ” publicou em 1944, a pérola que aqui estou a postar.                            Não há no Mundo maior palp...