sábado, agosto 10, 2013

CASTELO BRANCO E O SEU ALFOZ - (IV)


A Igreja Mosarábica
de
Santa Maria da Serra da Cardosa 

O Albicastrense 

3 comentários:

  1. Anónimo15:30

    Abandonar o Jardim do Governo Civil que representa o rosto da cidade é desleixo e dá reguada. Regado Mal relva ao sol cresce. E Porquê ?

    ResponderEliminar
  2. O jardim e o edifício!
    A pergunta que os albicastrenses devem colocar a quem de direito, é a seguinte: Qual o futuro do edifício que albergou os governadores Civis?
    Vamos aguardar para ver.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo00:04

    o que estes comentários haver com a publicação deste post?

    ResponderEliminar

CASTELO DOS TEMPLÁRIOS – (II)

 CASTELO BRANCO  NA  HISTÓRIA E NA ARTE  (Continuação) Em muitos castelos havia a Porta da Traição, que dava passagem para os campos ...