terça-feira, maio 10, 2011

ACÃO SIMBÓLICA PELOS CEDROS

Tal como aqui anunciei, realizou-se hoje a anunciada "acão simbólica" proposta por este Albicastrense.

Acão simbólica que tinha por tema: “Quarenta Albicastrenses presentes na praça do Município, pelos quarenta cedros abatidos na Sra. de Mércules”.
Estiveram presentes na Praça do Município, não os quarenta albicastrenses pretendidos, mas apenas seis...
Poderia dizer que independentemente dos poucos albicastrenses presentes se tratou de uma vitória, tal com fazem os políticos quando pretendem transformar derrotas em vitórias.
Poderia igualmente afirmar que o número de pessoas presentes nesta ação não era o mais importante, o mais importante seriam os motivos que lavaram à tomada da posição.
Poderia apresentar mil e uma razões para justificar a pouquíssima adesão dos albicastrenses, e tentar enganar deste modo algumas pessoas menos atentas e enganar-me a mim próprio.
Porém, não vou por aí! Vou antes argumentar que este albicastrense talvez estivesse a sonhar acordado, quando pensou que a sua pobre escrita seria capaz de mobilizar 40 corajosos albicastrenses, para lutar por uma causa justa e nobre.
Talvez esta seja a verdade! Porém, tal como alguém disse um dia: “o sonho comanda a vida”. Também este albicastrense sonha! Sonha que “talvez” um dia os albicastrenses se voltem a enamorar da sua terra e a defendam com unhas e dentes, contra atitudes burras e despropositadas, como a do corte dos velhos cedros na Sra. de Mércules.
O Albicastrense

12 comentários:

  1. Caro amigo
    Estava ansioso para saber o desfecho do seu sonho e por isso sou o primeiro,apesar da restrita aderência,a dizer-lhe que está de parabéns pela coragem que teve, em quase só,o levar em frente.Não me esqueci daquilo que lhe disse e hoje,apesar de longe, aqui estive consigo às 11 horas.

    Um grande abraço.
    Até breve.
    JJB

    ResponderEliminar
  2. Amigo JJB.
    Para si o meu bem-haja, pelas suas palavras.
    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  3. Anónimo23:30

    Muitos parabéns pela ousadia!

    "Eles não sabem nem sonham..."

    Pastor Lusitano

    ResponderEliminar
  4. Amigo Albicastrense :
    Se Gedeão disse "o sonho comanda a Vida "ele também queria que meditássemos sobre isso e concluíssemos : Enquanto houver um ser humano que sonhe e actue o mundo continua a girar ...É dessa maneira que eu vejo a sua atitude ,é que falar é fácil ,actuar é que é complicado....O amigo fez o mais difícil , por isso não saiu derrotado ... Lançou a semente à terra ,se esta não foi boa mãe que culpa tem?
    "Muntas vesitas"
    Quina

    ResponderEliminar
  5. Bom dia,

    Infelizmente não pude estar presente na referida ação, devido à distância. Fica para uma próxima ocasião.

    Um grande bem-haja contudo para os destemidos albicastrenses que estiveram reunidos e que até aguentaram uma carga policial e presidencial, segundo me constou... :)

    Grande abraço!

    ResponderEliminar
  6. Amigo João.
    A Polícia tinha lá um carro com quatro agentes.
    Se era por causa da "ação simbólica", ou se era para ajudara as pessoas que ia apanhar o autocarro para a Sra. de Mércules, é coisa que nunca saberemos.
    Quanto ao presidente, é verdade que ele entrou e saiu do edifício camarário enquanto ali estivemos, porém nada mais que isso.
    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  7. Amiga Idanhense sonhadora.
    As suas palavras são para este albicastrense a melhor recompensa que ele podia ter.
    Bem-haja pelas mesmas.

    ResponderEliminar
  8. Anónimo16:15

    E A RTP
    NUNCA SE VÊ NESTAS ANDANÇAS
    ORDENS DE QUEM ?
    QUEM PAGARA A AGUA E A LUZ E RENDA ?
    PERGUNTEM NAS SECRETARIAS

    ResponderEliminar
  9. Anónimo17:03

    Pois é. Esta gente são como os GATOS cada vez mais FEDORENTOS.
    Homem da Rua

    ResponderEliminar
  10. Anónimo17:23

    COMEM NA MÃO

    ResponderEliminar
  11. Anónimo18:36

    Tudo a enxer o fatinho na Casa Azul
    Kal crise
    A corte viva o Rei
    Quem paga o POVO pa
    So Mudaram os tempos
    Homem da Rua

    ResponderEliminar
  12. ainda assim19:49

    Perguntem ao vento que passa

    e, decerto encontrarão

    SEMPRE akguêm que resiste

    Foi um privilégio conhecer no dia 10 de Maio, cinco Homens com coragem para dizer NÃO

    ResponderEliminar

MEMÓRIAS DE OUTROS TEMPOS - " O JÚLIO RAMOS DO CAFÉ ARCÁDIA"

O jornal “ Beira Baixa ” publicou em 1944, a pérola que aqui estou a postar.                            Não há no Mundo maior palp...