terça-feira, outubro 25, 2011

OPINIÃO - IV

É comum dizer-se que os amigos são para as ocasiões, ou ainda, que é nas dificuldades que se conhecem os verdadeiros amigos.
Quem assim pensa, está verdadeiramente a ser solidário com o seu amigo, e com certeza disposto a ajudá-lo num momento menos bom.
Este albicastrense que também assim pensa, ficou escandalizado (no mínimo) quanto leu num jornal diário, que os portugueses pagam só de juros pelo empréstimo que a "troika" no concedeu, quase 22.000.000 (vinte e dois milhões de euros) por dia.
OU SEJA:
Mais de: 40.000 (quarenta mil euros), por minuto.
Mais de: 1.000.000 (um milhão de euros), por hora.
Mais de: 20.000.000 (vinte milhões de euros), por dia.
Mais de 140.000.000 (cento e quarenta milhões), por semana
Mais de: 600.000.000 (seiscentos milhões de euros), por mês.
Mais de: de 7.200.000.000 (sete mil e duzentos mil milhões), por ano!

SÓ DE JUROS! PORQUE DEPOIS VEM O EMPRESTIMO...
Que ninguém tenha dúvidas! À medida que os encargos da dívida aumentarem a actividade económica encolhe, o País vai ficar esmagado, gerando como principais “vítimas” uma tropa de desempregados que deverá atingir cerca de um milhão de pessoas, muito mais do que os tais 700 mil que o das estimativas oficiais.

QUEM SÃO OS CULPADOS POR ESTA DESGRAÇADA SITUAÇÃO?
Cavaco que nunca se enganava e raramente tinha dúvidas?

Guterres que fugiu do pântano?

Barroso que deu de “frasque”, para assumir as funções de Presidente da Comissão Europeia?

Santana Lopes deixou de andar por aqui, para estar sempre por aqui?

José Sócrates que passava o tempo a argumentar que a oposição não sabia o que dizia?

Passos Coelho que pensa não existir vida, para além do orçamento?
Ou será que todos somos culpados, por este “sempre” mais do mesmo!? Apenas um pergunta a quem visita este "blog": Que mal fizeram os Portugueses para merecer gente tão competente!?
O Albicastrense

6 comentários:

  1. As minhas interrogações são iguais ás suas , as minhas dúvidas também e igualmente não sei como nem quando isto vai acabar. Sinceramente nem quero pensar pois ainda adoeço e qualquer dia nem direito a ir ao médico temos ....Espero que algo suceda , como a queda do 2º império romano do ocidente e, que a confusão seja tal que no meio acabamos por ver surgir algo de novo...
    ab.
    Quina

    ResponderEliminar
  2. Anónimo20:33

    Votaram neles...

    ResponderEliminar
  3. Amiga Quina.
    Ficar doente é que não! Pois, se ficar doente ainda tem que ir ao hospital, e lá vem uma taxa moderadora.
    Agora mais a sério: Algo de novo! Talvez numa manhã de nevoeiro...
    Um abraço para si.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo22:58

    O problema não é votar neles
    a questão é
    que muitos do sector público
    só querem passeata
    e outros pagam e trabalham a sério
    a isato chama-se descriminação
    que o digam os lellos
    vivem de que
    subsidios
    porque Portugal tem sido um paraiso de subsdios e malamdragem sem respeito pelo proximo
    zorro

    ResponderEliminar
  5. Anónimo01:21

    O Zorro,aquele da nossa infância, atacava os ricos e defendia os pobres e os oprimidos. Tal como o Robin dos Bosques e o Zé do Telhado. Esta espécie de zorro deixou que a máscara lhe tapasse os olhos e ficou cegueta de todo. Confundiu tudo e até a palavra descriminação utiliza indevidamente. Pior, ele próprio, descrimina o "sector público" e acusa-o de todos os males. Além disso,preocupa-se com as ninharias dos subsídios dos "lellos".
    Quanto aos verdadeiros causadores do estado das coisas. Nada.
    Este zorro passou-se...
    Sentinela da Noite

    ResponderEliminar
  6. Anónimo16:03

    Unica forma de resolver isto? Olhem para a Libia.

    ResponderEliminar

A RUA DA MINHA ESCOLA – (IX)

(ESCOLA DO BONFIM)                               O que sabemos nós da rua da nossa escola primária?    (Rua do Bonfim)         ...