segunda-feira, janeiro 02, 2012

OS NOSSOS POETAS



POETAS DA MINHA TERRA

Num ano que se advinha bem difícil para a grande maioria dos albicastrenses, nada melhor que começar o ano de 2012, com a publicação de um pequeno “poust” sobre  poesia.
E falando de poesia, este albicastrense só pode mesmo dar  palavra a um poeta albicastrense.
Do livro; “O Sol de Psara” de António Salvado, aqui fica um belíssimo poema.


O OLHAR DE VER



 Em tudo o que tu vês     eu moro aí,
em tudo o meu olhar        a ti só vê -
conforto de presença tão contínuo
que não sabe onde surge         onde termina
dentro do modo            o tempo deste ver.

Nem eu alcanço outro horizonte além,
nem tu aqui outra maior distancia –
e os olhos bem juntinhos não se lembram
de sentirem em si diverso alento
que não seja        - a tremerem -        a constância. 

Por isso       como um lanço -       os nossos corpos
ignoram qualquer ‘espaço que os separe –
muitos encostados             poros sobre poros
com mais desejo encima                até fartarem.

António Forte Salvado

O Albicastrense

2 comentários:

  1. Anónimo15:29

    mensagem muito bela. Bem-haja pela partilha.
    marta c.

    ResponderEliminar
  2. Marta.
    A mim não tens que agradecer, os albicastrenses (todos) é que têm que agradecer ao autor deste livro, pelo formoso livro que ele nos presenteou.
    Um abraço

    ResponderEliminar

FOTOBIOGRAFIA DO PASSADIÇO DA TERRA ALBICASTRENSE

PÉROLAS  DA  TERRA ALBICASTRENSE O texto desta publicação, foi retirado do livro " Istopía" da autoria d...