domingo, junho 08, 2008

As Nossas Instituições

No dia 1 de Junho de 2007 escrevi o poste que se segue.

“Tristezas da minha cidade”

A Câmara Municipal de Castelo Branco, adquiriu e restaurou em 2006 um velho casarão situado na rua de Santa Maria, (perto
da sede do Centro Artístico Albicastrense), e que na década de 50/60 serviu de sede à antiga mocidade Portuguesa (de triste memória). Até aqui diria tudo bem! Pois uma das críticas feitas pelos albicastrenses aos nossos poderes autárquicos é precisamente a falta de investimento na recuperação de casas degradadas na zona histórica da nossa cidade. Pois bem… A obra foi feita e o espaço foi renovado, esperava-se o passo seguinte, que seria, qual a ocupação a dar ao referido casarão por parte da nossa autarquia!!!! Que aconteceu? Nicles! Pois o espaço está às aranhas! Literalmente às aranhas! Com as respectivas teias de aranha e tudo! Gasta-se uma carrada de centenas de milhares de euros na recuperação do edifício e depois não se sabe qual o uso a dar-lhe?
Senhor presidente não quero acreditar que ainda não saiba qual o uso a dar ao referido edifício… Porém não demore muito a decidir sobre o futuro do mesmo, pois corre o risco de ter que fazer novas obras, quando encontrar residente.

(PS) Se não houver ideias sobre a ocupação a dar a este edifício, aqui fica uma: Que tal ceder o espaço a uma possível associação, (a criar), de recuperação da zona histórica da cidade?

Um ano depois, tenho conhecimento através do jornal “reconquista”, que parte deste espaço foi cedido à Liga dos Combatentes. É caso para dizer: “mais vale tarde que nunca”.
Sou um ex. combatente, (Angola-73/75) que não se identifica muito com este tipo de instituições, porém reconheço o importante papel, desempenhado pela Liga dos combatentes na defesa dos nossos ex. combatentes. Em meu nome, (e seguramente em nome da maioria dos ex. combatentes albicastrenses) queria desde já dizer ao presidente da nossa autarquia e restante vereação, bem-haja pela decisão tomada.

O Albicastrense

6 comentários:

  1. Anónimo15:58

    queria desde já dizer ao presidente da nossa autarquia e restante vereação, bem-haja pela decisão tomada.

    de chapéu na mão, eu até beijo o vosso rabo
    foi assim que me ensianaram a gradecer, sempre a gradecer, o que o PODER DÁ AO pOVO´
    DARÁ
    O ALBIDANHENSE

    ResponderEliminar
  2. Anónimo16:03

    albicastresne combatente ou ex cobatente mas com sede
    dada pleo ofertador de casinhas´
    o senho pesidente morão dá sedes e casas a toda a gente
    ele é o s. morão
    tem algumas cas que já tme dado aos necessitados como as meninas e os ciganos
    ele é o s. morão das casinas dadas
    e das sedes 68 sedews pormetidas
    bem hajatgyhujikol

    ResponderEliminar
  3. Anónimo17:01

    ninguem tem nada que ver que o sr. prsidente receba 200 mil delepor mes até deiva receber muito mai pela obra que ele faz com o dinheiro que lhe dão ele dá o dimhheiro dele aos pobres e conprea as casinhs para os pobrezinhos e para as meninas e ciganos bons
    ele só não da casas aos ciganos maus e os pretos tambem lhes dá casas para o lado da cardosa
    no ponsul é o bairro cigano os pobres é na cardosa
    bem hajas presidente

    dos pobres
    por dares tdo o dinheiro para os pobres

    ResponderEliminar
  4. Anónimo17:26

    O sr. verissimo devia abrir um consultório de adivinho
    leva dinheiro á camara pelos conselhos escritos

    ResponderEliminar
  5. Anónimo16:55

    ANDAM A DESTRUIR O PATRIMÓNIO ALBICASTRENSE E O MEU AMIGOA ANDA AGRADECER O QUê?

    ResponderEliminar
  6. È mesmo caso para dizer, mais vale tarde que nunca! E eu digo que este teu Post, pode muito bem ter dado uma ajuda na "rápida" decisão da nossa autarquia, dada a popularidade do mesmo.

    Um abraço de Lisboa! ;)

    ResponderEliminar

AO PRESIDENTE DA AUTARQUIA ALBICASTRENSE - (II)

Hoje ao passear pela rua Mousinho Magro, dei comigo a olhar para os dois portados que se podem ver na imagem aqui postada e a perguntar ...