quinta-feira, janeiro 06, 2011

EXPOSIÇÃO

No dia 24 de Julho de 2009, comecei a publicar neste blogue quadros da autoria do artista António Andrade Fernandes Duarte.
Dezassete meses depois de ter começado esta exposição (quadro a quadro), justifica-se plenamente que aqui faça uma retrospectiva dos quadros publicados, até ao momento, para que possam ser vistos colectivamente.
Aqui fica mais uma vez a mensagem deixada por António Fernandes, quando da publicação do primeiro quadro.

OLÁ AMIGOS…

Chamo-me António Andrade Fernandes Duarte, tenho 47 anos de idade e nasci no lugar de Partida, freguesia de S. Vicente da Beira, concelho de Castelo Branco.Gostaria de levar até vós uma vez por mês e durante os próximos trinta e seis meses, os trabalhos artísticos que fui realizando ao longo destes últimos 25 anos.Trata-se de um projecto que resolvi chamar de “Confidências sob uma manta de trapos“. Estas “confidências“ são nada mais nada menos que 50 trabalhos pictóricos efectuados em mantas de trapos. A ideia base para a elaboração destes trabalhos surgiu a partir da frase - “A Beira Baixa é uma manta de Trapos“ (Orlando Ribeiro). E questiono eu: A vida não será também uma manta de trapos? Como referi, este projecto começou há 25 anos depois de ter adquirido uma casa em Xisto, pertença dos meus avós e bisavós, na aldeia onde nasci. Posteriormente, a minha mãe ofereceu – me um grande número de mantas de trapos que a minha avó tinha confeccionado ao longo da vida. Naquela altura achei interessante a ideia de começar algo de novo. Desde logo, restaurar a dita casa de xisto e aí criar um espaço de visita, de pensamento também, onde iria guardar todos os trabalhos que fosse realizando. Estas ideias amadureceram quando tirei o curso de Técnico de Museografia no Museu Francisco Tavares Proença Júnior, em Castelo Branco e tive o privilégio de conhecer e aprender muito com um ilustre albicastrense, o Dr. António Salvado.Foi através deste homem, poeta maior da poesia portuguesa, que eu aprendi a amar a nossa Beira Baixa e a respeitar o legado histórico deixado pelos nossos antepassados.

António Andrade Fernandes Duarte

O Albicastrense

5 comentários:

  1. Anónimo09:02

    Conjunto de obras muito interessante. Parabéns ao autor e ao gestor do blog pela sua divulgação.

    ResponderEliminar
  2. filhotita14:45

    ola chamo-me carolina fernandes e adorei a sua colecçao de quadros

    ResponderEliminar
  3. Carolina.
    Em nome do artista o meu Bem-haja pelo teu comentário.

    ResponderEliminar
  4. Lindas obras de arte, continue assim.
    Abraços

    ResponderEliminar
  5. Anónimo00:16

    Das surpresas mais agradaveis que tive, nao sabia como tinha sido a evolução do Tó Andrade e se tinha continuado a sua arte que muito apreciava. Soltou-se, e gostei disso. Considero o meu prazer um bom presente, que lhe agradeço. Muitas Felicidades para o Tó Andrade e uma carrada de milho.

    ResponderEliminar

A RUA DA MINHA ESCOLA – (IX)

(ESCOLA DO BONFIM)                               O que sabemos nós da rua da nossa escola primária?    (Rua do Bonfim)         ...