quarta-feira, janeiro 10, 2018

MEMORIAS DO BLOGUE - (IX) (Toponímia Albicastrense - 1)


RUAS
 DA TERRA ALBICASTRENSE




DADRA
(Antigo Território Português na Índia)

Na toponímia albicastrense é relativamente fácil percebermos o significado de certos nomes das nossas ruas.
A Rua da Figueira, da Amoreirinha ou Avenida 1º de Maio, são exemplos desse facto. No entanto com a rua que aqui trago hoje, passa-se precisamente o contrário, e muita gente certamente ao passar por lá e ao olhar para o seu nome, terá perguntado a si próprio, o porquê deste nome, uma vez que ele pouca ou nada nos diz.
A rua Dadra começa junto à Capela do Espírito Santo, passa ao lado da praça, desaguando na Rua dos Combatentes da Grande Guerra, por detrás do liceu.
Entre 1779 e 1954, pertenceu ao Império Português, tendo sido a primeira colónia do Império a ser ocupada pela União Indiana. 
Fazia parte do antigo distrito de Damão. Dadra assim como Damão, é um enclave no estado do Gujarat e Nagar-Aveli fica na fronteira entre este e Maharashtra. 
Em 1992, desapareceram todas as sequelas entre a Índia, (independente desde 1947) e Portugal, que se recusara, desde Fevereiro de 1950 até ao 25 de Abril de 1974, a admitir que tinha perdido, de facto e de direito, as suas antigas províncias ultramarinas.
Desta forma foi encerrado o contencioso sobre estes territórios e procedia-se aos funerais dos militares portugueses mortos durante a invasão pela Índia.
Salazar disse na altura da invasão, que só aceitaria o regresso dos soldados e marinheiros Portugueses, vitoriosos ou mortos.
O Albicastrense

Sem comentários:

Enviar um comentário

Meeeee, diz a ovelha da esquerda para a outra. Meeeee, responde a outra. Meeeee, replica a primeira. Meeeee, volta a respon...