quinta-feira, maio 22, 2008

ESTA NOITE SONHEI....


 UM SONHO....
Sonhei que a passividade e o virar de cara perante o enterrar do nosso passado histórico, não mais seria permitido
Sonhei que; "o faz de conta" não mais seria autorizado.
Sonhei que; "o não te importes" seria sancionado.
Sonhei que; "o não é nada comigo" não mais seria possível.
Sonhei que; "o deixa andar" não mais seria permissível.
Sonhei que; conservar, preservar, proteger, acarinhar e defender, seriam palavras cujo conteúdo não mais seria esquecido.
Sonhei que; se pode construir, modernizar, actualizar ou até aprimorar em convivência com o nosso passado histórico.
Sonhei que o futuro não se constrói à custa da destruição das nossas memórias passadas.
Sonhei! Acordei.... e dei comigo a pensar: "Onde estás tu Veríssimo!?" Mais uma vez a sonhar…
 O albicastrense

3 comentários:

  1. Anónimo14:55

    é bom sonhar
    as vezes acordado
    mas em castelo branco até para mijar é complicado.
    então não é que os urinois publicos das devesas estão fechados e cada mija por ali naquele "moderno tunel"
    tanto funcionario publico e camarário e será que nos feriados não se pode mijar ??????????????????????????????

    ResponderEliminar
  2. Anónimo17:49

    Este texto é um MANIFESTO. Parabéns.
    Afinal, pelo sonho é que vamos como escreveu o Poeta.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo21:20

    Um conselho: Mije em casa!
    Há assuntos muito mais importantes que a mijinha de cada um...
    Força pelo Património albicastrense. Por Castelo branco cidade com História de MILéNIOS contra os oportunistas néscios.

    ResponderEliminar

A RUA DA MINHA ESCOLA – (VII)

        (ESCOLA DA SENHORA DA PIEDADE)                          O que sabemos nós da rua da nossa escola primária? João Evangelista...