segunda-feira, agosto 30, 2010

TIRAS HUMORÍSTICAS - LXXI

Internet à borla, no centro cívico da cidade.

Bigodes & Companhia aplaudem a decisão da nossa autarquia, ao disponibilizar Internet de borla, no centro cívico da nossa cidade.

O Albicastrense

7 comentários:

  1. Anónimo13:14

    è mais uma duvidosa. Vejamos: a que propósito é que é de borla? Quem paga? O que é que há no dito centro cafés e pubs. É um incentivo ao consumo privado com dinhiro do Estado. Sou Professor e vivo no Valongo e não temho internet paga pela minha Câmara.Arre Porra Morão.

    ResponderEliminar
  2. Caro amigo.
    Deixe que lhe diga que não tinha analisado a questão, sobe esse prisma.
    Como também moro no Valongo, sofremos ambos do: "Arre Porra Morão".
    Um abraço

    ResponderEliminar
  3. Ui! querem ver que agora o manipulador autoritário quer controlar os acessos do transeuntes? Não me digam que anda desesperado por descobrir se alguém lhe quer fazer a folha... Não é aqui este pastor que vai colocar o seu aparelhómetro sob as ondas wifi à borlix.....

    ResponderEliminar
  4. Anónimo19:59

    E aqui pó castelo não à nada? A zona escondida,que ficaram obras por concluir,as pedras a saltar já andei a por cimento pa não sairem, os caixotes pó lixo do cócó é as dezenas,etc.Arre porra Morão

    ResponderEliminar
  5. Anónimo21:19

    O GRITO É A PARTIR DE AGORA:

    ARRE PORRA MORÃO! Parabéns ao seu criador que é um porreiro e não é dos do pá.

    ResponderEliminar
  6. Anónimo21:53

    é duvidoso este interesse que a camara tem em querer controlar tudo e todos
    esta é do tipo gatos fedorentos a PT a mando de alguem terá pago contrato milionario para os silenciar
    será verdade ?
    robin dos bosques

    ResponderEliminar
  7. Anónimo10:28

    cosmética-propaganda a camuflar o problema da XARCA das Devesas
    porra é demais
    basta de brincadeiras dos amigos do cimento
    robin dos bosques

    ResponderEliminar

A RUA DA MINHA ESCOLA – (VII)

        (ESCOLA DA SENHORA DA PIEDADE)                          O que sabemos nós da rua da nossa escola primária? João Evangelista...