quinta-feira, outubro 14, 2010

ANTIGAS INSTITUIÇÕES DA MINHA CIDADE

NOVENTA E NOVE ANOS DEPOIS...
A 14 de Outubro de 1911, com a saída do liceu do edifício situado no largo da Sé, (o qual foi pertença de D. José Saldanha), para o Palácio do antigo Paço Episcopal, foi instalado no bloco arquitectónico do largo da Sé, o internato Nacional.
Esta instituição destinava-se a dar apoio e protecção aos alunos mais desfavorecidos de posses económicas, que frequentavam o Liceu.
Para tanto, este alojamento estava equipado de camaratas amplas e arejadas; confortáveis salas de estudo, bem como aprazíveis recreios. Tudo isto já era iluminado a luz eléctrica.
PS. A recolha dos dados históricos é de José Dias.
A compilação é de Gil Reis e foram publicados no Jornal ”A Reconquista
O Albicastrense

4 comentários:

  1. Anónimo15:47

    Decerto que não é o arrabalde dos açougues
    É disso que se fala por ora
    açougues
    Tá na altura açougue vassourada
    para pior já basta assim
    RUA
    robin dos bosques

    ResponderEliminar
  2. Carlos Vale18:54

    A Venezuela no caminho certo.

    Nas comemorações do dia mundial do combate à fome, o representante da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), Alfredo Roberto Missair,disse que a Venezuela é um exemplo para a América Latina por avançar a "grande velocidade" na erradicação da fome. Acrescentou que a Venezuela está no caminho certo para erradicar a fome. Na Venezuela "quase cinco milhões de pessoas comem gratuitamente" graças a programas sociais lançados pelo governo. Que o que a Venezuela está conseguindo no campo da alimentação é um exemplo que deve ser levado em conta na América Latina. Eu acrescentaria em todo o Mundo. A Venezuela, reduziu a taxa de POBREZA EXTREMA de 17,1% para 7,9%. Porque em relação à pobreza geral a taxa rondava os 70%, estando agora em cerca de 20%. Tendo em conta que o combate foi iniciado em 1998, por isso há 12 anos, concordo que as que as palavras proferidas foram justíssimas. Estes resultados são também uma resposta aos detractores da política venezuelana, que como é lógico em todos os processos revolucionários, apresenta na sua evolução aspectos específicos da sua história e localização. Já agora lembrar que este processo revolucionário foi conseguido através de eleições democráticas. Lembrar, ainda,que a coligação de partidos que governa a Venezuela já ganhou 14 eleições seguidas. Um caso sem procedentes nos tempos que correm.
    Carlos Vale Nota: Embora fora do tema, envio este comentário,importante por diversos motivos, neste post, por achar inadequado, por razões óbvias, enviar no mais recente.
    As minhas desculpas. Um abraço. Carlos Vale

    ResponderEliminar
  3. Anónimo12:14

    Lardo da Sé! Será?

    ResponderEliminar
  4. Caro anónimo.
    Claro que é!
    Um abraço

    ResponderEliminar

A RUA DA MINHA ESCOLA – (IX)

(ESCOLA DO BONFIM)                               O que sabemos nós da rua da nossa escola primária?    (Rua do Bonfim)         ...