quinta-feira, outubro 21, 2010

COMENTÁRIOS - XII


Carlos Vale disse...
Pouca gente soube.
No dia 1 e 2 de Outubro de 2010 na Escola Superior de Tecnologia (EST/IPCB), a Ordem dos Arquitectos Raia Centro realizou as suas Jornadas. Soube meramente por acaso e fiz questão de ir lá ver. Para quem não soube, estiveram expostos os projectos relativos ao Concurso de Projectos para a Zona da Estação, ente eles o projecto ganhador que teve honras de apresentação de uma maqueta. Para que tinha dúvidas, o túnel pedonal vai sair mesmo junto ao primeiro cruzamento onde começa o muro do Liceu.
Se o projecto for para diante é mesmo o que vai acontecer. É verdade o projecto da "RISCO" é o que propõe. Estava lá! Por isso havia razões para se afirmar no momento em que o assunto foi aqui discutido no Albicastrense, que a Avenida Nuno Alvares vai sofrer um atentado. Ou será "crime" urbanístico? E há mais aspectos que não agradam. Surpreende que não seja a própria Câmara a mostrar os projectos e a maqueta à população. Fica o desafio. Venha de lá a exposição. Os albicastrenses merecem e têm esse direito, o direito de ver e participar na discussão.
O Albicastrense

12 comentários:

  1. Anónimo11:09

    atenção JC o escriba de serviço e ao serviço anuncia 6 meses de obras no Montalvão esperem e paguem para VER
    não acreditem vai ser mais um embuste dos amigos do alcatrão
    anotem e depois verão
    que será o fim depois do verão
    viva o amigo do alcatrão
    robin dos bosques

    ResponderEliminar
  2. Anónimo15:06

    Muito bem. Se isso for verdade, estarei ao lado das árvores contra a estupidez deste "progresso" irracional de betão, tal como estive contra as vilafrancadas
    Pedro

    ResponderEliminar
  3. Epá, agora gostava era de ouvir aquele Sr. Anónimo que afirmava que era tudo balelas.

    Vem o tunel, vão as arvores e o povo continua na santa ignorancia.
    Como é que palmo e meio de homem faz tanto estrago...ARRE PORRA

    ResponderEliminar
  4. Anónimo01:32

    O escriba de serviço JC(segundo robin dos bosques) carregador de informação exclusiva semanal nunca teve palavra para o estado miserável da via Montalvão. Depois da habitual peregrinação semanal anuncia a recuperação.
    Nunca teve palavra para o abate de árvores. Com a peregrinação aí está ele eufórico a falar das milhares que estão a ser plantadas.
    Um modelo de "jornalismo".
    Mensageiro da Noite

    ResponderEliminar
  5. Anónimo01:53

    A propósito do desfile militar, chegou a informação de que o asfalto que tapou o piso empedrado nas ruas a começar na Caixa e a acabar no Montepio será levantado a seguir.Isto em tempo de crise!
    Ricos exemplos...O povão paga.
    Tenham vergonha.
    Homem das Cavernas

    ResponderEliminar
  6. Anónimo10:51

    quanto ao projecto da estação há muita desinformação e, como é hábito por alguns vales, muita má fé.
    quem viu, com olhos de ver, não turvados pelo sectarismo, percebeu que a proposta (risco) de passagem inferior sob a linha é pedonal e que o seu arranque na avenida NÃO, repete-se NÃO, implica a eliminação de qualquer árvore.
    na exposição tb estavam outros projectos, esses sim, que implicavam mudanças na avenida pois previam a passagem inferior rodoviária.
    quando, para se fazer valer uma tese, se recorre à manipulação, à mentira, à insídia, revela-se um comportamento despudoradamente antidemocrático, típico dos estalinistas (de má memória ... horror ... atrcidades)
    com gente como essa, não é possivel conversar ou debater
    carlos, não vale

    ResponderEliminar
  7. Caro anónimo.
    Estive para não autorizar o seu comentário, não pelo que diz, mas por dizer o que diz e depois não ter a coragem de assinar por baixo a sua graça.
    Pode não concordar com o que Carlos Vale diz, agora dizer:
    "para se fazer valer uma tese, se recorre à manipulação, à mentira, à insídia, revela-se um comportamento despudoradamente antidemocrático, típico dos Estalinistas (de má memória ... horror... atrocidades)"
    Deixe que lhe diga: O Carlos pode ter ou não razão no que diz! Mas dá o nome e a cara pelo que diz... você, em vez de defender (o que eu acho muito bem) aquilo em que acredita, cataloga a pessoa de ser adepto de práticas Estalinistas!!!
    Se me permite um conselho: não faça como certos políticos, que quando não têm argumentos para se defenderem, começam a ofender os seus adversários.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Anónimo17:54

    Para o Pastor Lusitano, sou eu o Sr. Anónimo que quando se falou neste assunto aqui no blog, contestou, e isto é importante, contestou apenas, as conclusões retiradas de um projecto pouco explicito no que às intervenções na avenida diz respeito.

    Mas fique sabendo que não sou nenhum defensor do Morão, nem de quem quer que seja. Como tal, se as intervenções na estação vierem a implicar uma mudança e intervenção da avenida, como o Carlos Vale diz ter visto em maquete (e eu não tenho razão para duvidar disso) serei o primeiro a condenar tal projecto. Aliás, condeno já a demora em arranjar uma solução para este caso que já devia ter sido resolvido há muito tempo. Ou pelo menos as hipóteses já deviam ter sido apresentadas aos albicastrenses.

    Uma coisa é certa, ora se diz que a estação vai ser noutro lado, ora que ter um túnel, ora que não vai alterar a avenida. Certezas há poucas, duvido até que a câmara já tenha tomado uma decisão concreta. Resta-nos esperar que este assunto seja resolvido e bem resolvido porque é uma obra de importância vital para a cidade.

    ResponderEliminar
  9. Anónimo21:14

    vital para cidade é treta
    é tão vital como o aeroporto fechado em Beja
    Vital é ter fábricas ter imaginação do que se quer e incentivar quem tem ideias e claro dinheiro
    è aqui os bancos entram
    em vez de pensarem só em sugar
    devem apoiar de forma clara
    e não com truques
    ou será vital fazer tunel da estação que já lá está inundado e apdrocer e custou milhoes sendo um espelho do que chamam economia e mercados. è que mercados só conheco o de Alcains e vejam o resultado
    robin dos bosques

    ResponderEliminar
  10. Anónimo03:59

    Olha, olha, o joãzinho do comboio ronceiro à beira do abismo que o Homen das Cavernas referenciou, voltou às parvoíces.
    Ainda por cima o que disse, não faz sentido. Nem se percebe. Ele não escreve. Chafurda.
    Conheço bem o cidadão Carlos Vale. Ofender um homem de causas que sempre deu a cara, com convicçôes, um democrata lutador pela liberdade, homem de lutas, uma referência da cidade, não dá para perceber. É uma atitude idiota.
    A minha solidaridade para o Vale. Viriato

    ResponderEliminar
  11. Anónimo16:20

    Robin dos Bosques, desculpe-me lá mas é de importância vital sim senhora. Não é concebível para nenhuma cidade não ter este tipo de serviços ao dispor da população. E é importantíssimo que esta obra se faça, nem tanto pela estação, mas principalmente pela paragem de autocarros que é um autêntico degredo e que não serve minimamente o seu propósito.

    Estamos a falar de serviços que são utilizados pelas pessoas (albicastrenses ou não) diariamente. Para muitos são a única forma de se deslocarem a outras cidades. Tenha lá paciência mas não podemos comparar isto ao aeroporto de Beja, esse sim, desprovido de utilidade.

    ResponderEliminar

A RUA DA MINHA ESCOLA – (VII)

        (ESCOLA DA SENHORA DA PIEDADE)                          O que sabemos nós da rua da nossa escola primária? João Evangelista...