quarta-feira, dezembro 01, 2010

OBRAS NO PARQUE DA CIDADE



PARQUE DA CIDADE
É costume dizer-se que só os burros não mudam de opinião, ora como o nosso presidente de burro nada tem, (antes pelo contrário), “parece” que deu a mão à palmatória e resolveu realizar pequenas alterações, (muito pequenas mesmo) no parque da nossa cidade. Alterações que não seriam necessárias, se quando do manda abaixo do velho parque ele sentisse o que ligava o velho parque aos albicastrenses.
O velho parque foi-se! Em seu lugar... apareceu um parque igual a tantos outros.
Parque que os albicastrenses não vêem como um descendente do velho parque, mas antes, como um “intruso” que ocupou o parque das suas infâncias. Voltando às obras que estão a decorrer, “parece” que elas se resumem a colocar entre o tanque que foi construído e o pequeno lago que já ali existia, pequenos espaços relvados.
Ou será que nos pequenos espaços em que estão a ser retiradas as pedras, irão nascer pequenas hortas? Não sei ao certo o que ali está a ser feito! Segundo parece... os albicastrenses também só o irão saber após o término das obras. Porém, seja a relva ou as pequenas hortas, ou ainda outra coisa qualquer, estou convicto que dará aquele espaço o que lhe tem faltado; UM POUCO MAIS DE VIDA.
PS. Como sei que este blogue tem aderentes na nossa autarquia, lançava aqui um desafio ao nosso presidente. Senhor presidente já que está com a mão na massa, que tal voltar a colocar no parque da cidade um novo coreto? Não o que lá estava! Pois esse deu-lhe um fanico e ficou feito em cacos. Os albicastrenses com certeza adorariam voltar a ver numa das suas salas de visita, este tão ilustre representante das festas e romarias do nosso Portugal.
O Albicastrense

10 comentários:

  1. Anónimo16:40

    Eu quero os patos de volta se faz favor. Davam outra alegria ao parque.

    ResponderEliminar
  2. Boa tarde.
    Cá estou de novo e desta vez,e uma vez mais, para apoiar o renascimento do coreto no Parque da Cidade. Em meu entender, a fazer-se, deveria recuperar-se a traça do que em tempos existiu no passeio verde. Com essas obras em curso e desconhecendo-se o que vai surgir, poder-se-ía aproveitar a ocasião para tambem serem plantadas roseiras,pois o espaço não falta e a época de as plantar aproxima-se. O jardim voltaria a apresentar um novo arco-iris.
    JJB

    ResponderEliminar
  3. Caro JJB.
    Estou em total acordo consigo.
    um abraço

    ResponderEliminar
  4. Carlos Vale23:35

    Já?...
    Não é supresa. Já esperava. Era só uma questão de tempo...As obras obedecem a algum Plano? Foi discutido e analisado? Por quem?
    Seja como for, a opinião dos albicastrenses de nada vale. Nem sequer, uma nota informativa! Pelos vistos, nem mesmo a opinião dos eleitos dos Orgãos da Autárquia. não há conhecimento de qualquer informação. Será correcto?
    Áh. Já me esquecia: Pela foto, parece tratar-se do levantamento das lajes. Estou curioso...
    Quem é que falou dos "Jardins de Pedra"? Quem é que disse, que era pedra a mais? Quem é que falou do ambiente e da elevada amplitude térmica da cidade.
    Afinal quem é que tinha razão?
    Carlos Vale

    ResponderEliminar
  5. Anónimo21:37

    CONTINUAM OS REMENDOS.
    É mais uma obra do "Pato Bravo".
    Ele é que sabe. Ele é o maior...
    O maior defensor dos projectos do POLIS, a pouco e pouco vai remendando, remendando e remendando até nada restar do original. Também é verdade que não se perde muito...
    Homem das Cavernas

    ResponderEliminar
  6. Anónimo00:13

    E eu quero o parque como estava, não tinham que fazer obras nenhumas,falando no coreto, alguem perguntou ao sr. presidente por 2 vezes o que tinha feito ao coreto, 1 resposta foi feita num café, não sei deve tar para os estaleiros, 2 pergunta feita num centro comercial onde vossa exelencia se encontrava, então já se lembra para onde foi o coreto? resposta estava danificado e foi destruido, ora vejam como se as coisas danificadas não tivessem arranjo. Falando nos cisnes,não sei para onde foram, mas uma coisa é certa algumas das coisas que lá estavam foram para a vivenda de alguem, e assim vai esta cidade. Susi

    ResponderEliminar
  7. Anónimo14:39

    Essa do "Pato Bravo" tem piada.
    Até porque os patos (os do lago) foram-se. De facto os "Patos Bravos", originários de Tomar, são os que foram para Lisboa e estão na origem dos grandes mamarrachos da Capital. Estávamos longe de pensar que nos havia de calhar um.
    É preciso ter azar...
    Sentinela da Noite

    ResponderEliminar
  8. Anónimo18:20

    Só os burros não mudam

    ResponderEliminar
  9. Anónimo18:50

    Sim, Sim, os patinhos eram bons para perfumar o ambiente, e para adubar a relva. Para ter patos mais vale umas Avestruzes.

    ResponderEliminar
  10. Antes com o Vila Franca eramos a Capital das Rosas agora somos dos espaços verdes.
    E depois vamos ser do que no mandato(s)do próximo presidente?

    ResponderEliminar

A RUA DA MINHA ESCOLA – (IX)

(ESCOLA DO BONFIM)                               O que sabemos nós da rua da nossa escola primária?    (Rua do Bonfim)         ...