sábado, maio 26, 2007

ALBICASTRENSES ILUSTRES XXVI



MANUEL JOAQUIM HENRIQUES DE PAIVA

1752 - 1829

Nasceu em Castelo Branco em 1752, de família de médicos e de cientistas, e faleceu na Baia (Brasil) em 1829. Data da sua juventude uma primeira permanência no Brasil (Rio de Janeiro), onde estuda farmácia. Em 1772 regressa a Portugal, e matricula-se na Universidade de Coimbra, em 1781 conclui a formatura em medicina. Ao longo da sua vida profissional, e até 1808, desempenha numerosos e relevantes cargos, gozando de largo prestigio e sendo objecto de altas distinções. Porem, a esta dada, e em virtude das suas tendências Bonapartistas, é encarcerado, tendo-lhe sido retirado todos os cargos e honras. Condenado ao degredo para o Ultramar, embarca para o Brasil onde cumpriria a sentença na cidade de Baia. Em 1816, a ”Real clemência e piedade” de D. João VI reintegra-o nas honras perdidas anos antes. Na Baia regeu, por esta altura e até a sua morte, no Colégio Médico-cirúrgico a cadeira de Matéria Médica e Farmácia. Como autor foi um dos que mais livros publicou, e são vários os seus livros destinados à leitura e ao aproveitamento pêlos leigos, com ensinamentos sobre os primeiros socorros, envenenamentos, cuidados com as crianças, e epidemias etc. O seu trabalho mais importante terá sido o Directório para se saber o modo, e o tempo de administrar o Alcalino volátil fluido nas asfixias, ou mortes aparentes, nos afogados, nas apoplexias, na mordedura de víbora, de lacraus e outros insectos, nas queimaduras, na raiva, e outras muitas enfermidades.
O Albicastrense

1 comentário:

  1. COMO FERRENSE FAÇO AQUI UM CONVITE A TODOS, VENHAM A FESTA DA CEREJA DA VILA DO FERRO. É NESTE FIM-DE-SEMANA. VENHAM QUE NÃO SE VÃO ARREPENDER.

    ResponderEliminar

A RUA DA MINHA ESCOLA – (VII)

        (ESCOLA DA SENHORA DA PIEDADE)                          O que sabemos nós da rua da nossa escola primária? João Evangelista...