terça-feira, novembro 16, 2010

VELHAS IMAGENS DA MINHA CIDADE - IX

IMAGEM DOS ANOS 50
A imagem que aqui deixo para ser identificada pelos visitantes do blogue “Castelo Branco O Albicastrense”, foi captada nos anos cinquenta do século passado.
Em que praça da nossa cidade, tinha este velho edifício residência e para que servia ele?
O velho edifício foi mandado abaixo nessa mesma década. A praça que o albergava mudou de nome e está hoje bem diferente.
PS. Tal como das outras vezes, as respostas certas só serão publicadas dois ou três dias depois, para que a perspicácia de todos possa ser posta à prova.
O Albicastrense

9 comentários:

  1. Anónimo19:07

    Hoje está no local da foto a Praça Rainha D.Leonor. No rés-do chão estava localizada a fábrica de refrigerantes a "Castraleuca" do conhecido Sr David Benfica.
    Bebi lá muitos dos célebres pirolitos.
    um abraço
    JJB

    ResponderEliminar
  2. Anónimo19:10

    Já escrevi o que sei dessa foto. Tenho-a nos meus arquivos, para além de outras bem antigas. Esqueci-me de o referir no anterior comentário.
    JJB

    ResponderEliminar
  3. É a rua q vai dar ao Chafariz da Mina

    ResponderEliminar
  4. Caro Albicastelhano.
    Está muito longe do local.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. Meus amigos.
    Em vez das minhas palavras deixo as que JJB aqui deixou, pois eu dificilmente explicaria melhor o significado desta velha imagem.

    Palavras de JJB: "Hoje está no local da foto a Praça Rainha D.Leonor. No rés-do chão estava localizada a fábrica de refrigerantes a "Castraleuca" do conhecido Sr David Benfica.
    Bebi lá muitos dos célebres
    pirolitos".
    um abraço

    ResponderEliminar
  6. João José L Pinto17:39

    Localizei hoje felismente este Blog !
    Deparei com a foto da casa onde nasci à 66 anos.
    Precisamente por sima da antiga Fábrica dos Pirolitos , procurava uma foto da fábrica à imensos anos.
    Confirmo o comentário de JJB e complemento que na esquina do Edificio havia uma taberna antes das escadas de acesso às residências. Em frente ao Edificio era a conhecida quinta do " Mata Galinhas ".
    Resido em Évora à cerca de 40Anos e coleciono , postais , fotos e livros relativos a Castelo Branco.
    Conheci o Carlos Verissimo e o irmão será da sua família ? , morava na Rua da Granja.
    Os melhores cumprimentos
    João Pinto

    ResponderEliminar
  7. Amigo João L Pinto.

    Fico bastante feliz por você ter encontrado neste blog, a fotografia da casa onde nasceu.
    No que diz respeito ao Carlos Veríssimo, não é da minha família nem conheci.
    Embora tenha saído de Castelo Branco à mais de 40 anos, talvez conheça a minha família.
    Eu tive um tio que era muito conhecido em Castelo Branco, nessa altura.
    Ele era conhecido por: António “China”, ele era irmão do meu pai.
    Ele tinha um café na rua dos Ferreiros, mais tarde abriu o restaurante Cine Bar, que ficava por baixo do cinema.
    Um abraço deste albicastrense, para outro Albicastrense ausente.

    ResponderEliminar
  8. Amigo Antonio Verissimo , o seu tio era amigo do meu pai, se bem me recordo tinha à volta de 11 filhos e morava no Cansado , a minha mãe também ainda mora na Rua do Matadouro.
    Hoje ao consultar o seu Blog fiquei também chocado com o falecimento do grande Juca , ainda joguei com ele, tinha eu os meus 18 a 19 anos ,estava já na fase final da sua carreira futebolistica, todos nós o respeitavamos e era amigo de todos , é a imagem que guardo dele.
    Realmente este homem não merecia ter sido votado ao esquecimento.
    Infelizmente são os sinais do nosso
    tempo.
    Cumprimentos
    João J.Pinto

    ResponderEliminar
  9. Amigo João Pinto.
    Pelos dados que me está a dar, quem deve ter sido amigo do seu pai, foi o meu pai, e não o meu tio.
    Quem teve onze filhos foi a minha tia, que morava (tal como os meus pais) na rua do Padre Américo, que se situa nas traseiras da Rua do Matadouro.
    O meu pai era frequentador da tasca do “Fonas”(hoje café do Mota), onde é possível ter conhecido o seu.
    Como eu morei entre 1952 e 1982 com os meus pais, é possível que eu conheça a sua mãe e tenha conhecido o seu pai. Pois no velho Cansado todos se conheciam.
    Quanto ao Juca é verdade que já não pertence ao mundo dos vivos, porém deixou muitas saudades a quem o conheceu.
    Um abraço

    ResponderEliminar

AO PRESIDENTE DA AUTARQUIA ALBICASTRENSE - (II)

Hoje ao passear pela rua Mousinho Magro, dei comigo a olhar para os dois portados que se podem ver na imagem aqui postada e a perguntar ...