quarta-feira, fevereiro 16, 2011

EXPOSIÇÃO - XVII



ANTÓNIO ANDRADE FERNANDES
"DEPÓSITOS"
Este trabalho foi inspirado num poema do meu amigo Dr. António Salvado.
Diz o seguinte: DEPÓSITOS
Gastar a vida inteira a conjugar.
Apenas um só verbo: acumular.
Como o mundo seria tão diferente, para melhor, se todas as pessoas pensassem a sério nestas palavras sábias.
Foi realizado no ano de 2004 e quis “homenagear“ um conterrâneo meu, que é tão pobre, tão pobre, tão pobre, que a única coisa que tem é dinheiro.
MATERIAIS UTILIZADOS: madeira, manta de trapos, moedas e fios.
O Albicastrense

Sem comentários:

Enviar um comentário

A RUA DA MINHA ESCOLA – (VII)

        (ESCOLA DA SENHORA DA PIEDADE)                          O que sabemos nós da rua da nossa escola primária? João Evangelista...