sábado, julho 22, 2017

DESCOBRINDO CASTELO BRANCO ANTIGO - (I)


A imagem que aqui coloco à descoberta dos visitantes deste blogue, tem cerca de 90 anos. 
Esta interessante imagem, faz parte de um conjunto de imagens que retratam uma mudança muito significativa na cidade de Castelo Branco, ocorrida nas primeiras décadas de século XX.
Não será muito difícil para a grande maioria dos albicastrenses, descobrir onde fica hoje este local, para os menos atentos aqui fica uma pequena ajuda.
Na velha imagem, é possível ver-se parte de um edifício que muitas saudades deixou na terra albicastrense.

E MAIS NÃO DIGO!...
PS. Deixe a resposta na caixa do blogue.
O Albicastrense

5 comentários:

  1. Escreva neste espaço o que queira sobre esta imagem.

    ResponderEliminar
  2. Baptista17:08

    Amigo
    A imagem mostra a Avª. Nuno Álvares ao ser rasgada. O primeiro edifício foi o dos Bombeiros Voluntários da cidade, que ali se mantiveram até à deslocação para o novo e actual quartel. Ali se fizeram grandes festejos ( bailes, especialmente ) na época em que havia convívio entre pessoas, que até não tinham relacionamento habitual. A construção que se vê em ruínas destinava-se a um colégio,salvo erro do Dr. Palmeiro, ( Já não me lembro ao certo se é este o nome ). O liceu veio mais tarde e no tempo em que eu o frequentei - 1945 e seguintes -aquele mamarracho esteve lá uma eternidade e foi sempre uma lixeira imunda, até que foi destruído totalmente para dar lugar à continuidade bela avenida que então se construiu e urbanizou.
    Um abraço
    JJb

    ResponderEliminar
  3. Belo esclarecimento amigo J.J.B
    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  5. Amigo
    Rectifico o nome de Dr Palmeiro para Dr Frade Correia. Consegui lembrar-me do nome do Dr que pretendia edificar o colégio.As minhas desculpas.
    JJB

    ResponderEliminar

MEMÓRIAS DE OUTROS TEMPOS - " O JÚLIO RAMOS DO CAFÉ ARCÁDIA"

O jornal “ Beira Baixa ” publicou em 1944, a pérola que aqui estou a postar.                            Não há no Mundo maior palp...